PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Conteúdo publicado há
15 dias

Tuitaço pede saída de Salles do Ministério do Meio Ambiente

Na noite de ontem, o próprio Salles contribuiu para dar visibilidade à publicação massiva de tuítes ao ironizar uma convocação de tuitaço - Adriano Machado/Reuters
Na noite de ontem, o próprio Salles contribuiu para dar visibilidade à publicação massiva de tuítes ao ironizar uma convocação de tuitaço Imagem: Adriano Machado/Reuters

Eduardo Laguna

Em São Paulo

21/04/2021 11h23

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, está sendo alvo na manhã desta quarta-feira (21) de um tuitaço divulgado por organizações ambientais pedindo a sua saída do cargo.

Postagens com a hashtag #ForaSalles foram feitas no Twitter por nomes como a ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva, o compositor Gilberto Gil, ex-ministro da Cultura e a ativista defensora dos animais Luisa Mell, além de políticos da oposição como o deputado Alessandro Molon (PSB) e o senador Humberto Costa (PT). Como reação ao movimento, apoiadores do governo estão divulgando mensagens a favor do ministro com a hashtag #FicaSalles.

Na noite de ontem, o próprio Salles contribuiu para dar visibilidade à publicação massiva de tuítes ao ironizar uma convocação de tuitaço feita pelo Coletivo de Cidadãos e Cidadãs em Defesa das Florestas. "Amanhã é dia...", postou Salles.

Candidata da Rede nas eleições presidenciais que, em outubro de 2018, elegeram Jair Bolsonaro (sem partido), a ex-ministra Marina Silva escreveu que Salles e o presidente não estão cumprindo o dever de proteger a Amazônia. "Precisamos que as agências ambientais funcionem! Ibama fraco só interessa a quem atua na ilegalidade", postou Marina.

Gilberto Gil, ao também aderir ao movimento, postou: "hoje é o Dia da Terra, o dia de pensarmos sobre nossa responsabilidade e compromisso com o futuro do nosso planeta. O Brasil tem um dos maiores patrimônios ambientais do mundo e não podemos deixar que seja destruído pela maldade do governo atual. #ForaSalles".

Meio Ambiente