Parque eólico flutuante a 24 km da costa abastecerá 20 mil casas na Escócia

Colaboração para o UOL

  • Reprodução

    Parque eólico flutuante da Escócia terá capacidade de abastecer 20 mil casas

    Parque eólico flutuante da Escócia terá capacidade de abastecer 20 mil casas

A Escócia inaugurou nesta quarta-feira um parque eólico flutuante. O empreendimento, localizado no mar, a cerca de 24 km da costa de Peterhead, custou cerca de R$ 875 milhões e foi desenvolvido em parceria pela Masdar, uma companhia de energia renovável de Abu Dhabi, e a Statoil, gigante do ramo petrolífero da Noruega.

As turbinas flutuantes, que têm cerca de 182 metros e pesam mais de 11 mil toneladas, foram instaladas em uma área do Mar do Norte onde a velocidade dos ventos é de 10 m/s. A expectativa é que o parque gere energia para abastecer até 20 mil casas. Com o desenvolvimento da tecnologia, o sistema poderá atuar também em áreas de maior profundidade.

A Holanda lançou no primeiro semestre um projeto semelhante.

Divulgação

"A Escócia desenvolveu uma reputação internacional quando se fala na utilização de tecnologias modernas e renováveis para a obtenção de energia, e o Hywind é o testemunho dessa afirmação. Nosso objetivo é criar um país cada vez mais limpo e 'verde', e o desenvolvimento de energias renováveis é vital para isso", disse Nicola Sturgeon, Primeira Ministra escocesa e responsável pela inauguração do projeto, em entrevista para o jornal "The Scotsman".

"O projeto piloto mostrou o potencial que a costa escocesa tem para abrigar este tipo de empreendimento. Isso mostra que podemos servir de exemplo para o mundo, para que outros países busquem novas formas de captar energia. Além disso, o Hywind trará uma significante contribuição para a economia do país", afirmou Nicola.

O parque também foi elogiado por entidades ligadas à preservação do meio ambiente. Gina Hanrahan, representante do Fundo Mundial para a Natureza (WWF na sigla em inglês) na Escócia, destaca que a proposta de "energia verde", inédita no mundo, é digna de aplausos.

"A Escócia tem um quarto dos recursos eólicos de toda a Europa em sua costa. Então, é muito bom ver que o primeiro parque eólico flutuante do mundo tenha sido inaugurado aqui. Demonstrando a viabilidade comercial que este tipo de projeto tem, a Escócia pode ajudar no desenvolvimento desta tecnologia. Além disso, vai caminhar em direção ao objetivo de transformar toda a energia utilizada no país em fontes renováveis até 2030", disse Gina.

Ministro de Negócios, Inovação e Energia da Escócia, Paul Wheelhouse usou sua conta no Twitter para comemorar a inauguração do parque eólico. "O projeto, é muito importante para mostrar aos possíveis investidores o potencial que um empreendimento como esse pode ter, além de mostrar que essa é uma tecnologia viável e que está pronta para ser produzida em escala industrial", celebrou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos