PUBLICIDADE
Topo

Política

Ao inaugurar Teleférico do Alemão, Dilma elogia políticas do governo Lula voltadas aos mais pobres

Isabela Vieira <br> Da Agência Brasil

No Rio de Janeiro

07/07/2011 16h24

Com um discurso marcado por referências ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a presidenta Dilma Rousseff inaugurou hoje (7) o Teleférico do Complexo do Alemão, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. Com capacidade para transportar 30 mil pessoas por dia em seis plataformas, o teleférico liga a estação de trem de Bunsucesso ao ponto mais alto do complexo.

Um dos projetos mais esperados do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no Rio, a obra do teleférico foi lançada pelo ex-presidente Lula em 2008, quando ele batizou a presidenta Dilma, então ministra da Casa Civil, como mãe do PAC, e o vice-governador do estado, Luiz Fernando Pezão, responsável pela obra, como pai do PAC.

Durante a inauguração, Dilma destacou que o projeto é “um símbolo” da capacidade do programa de melhorar a vida das pessoas. “Não voltamos [por meio do PAC] a investir [somente] na infraestrutura de rodovias e de hidrelétricas. O que governo vem fazendo desde à época do presidente Lula, e o que vou aprofundar, é o investimento nas pessoas. Fazemos obras para beneficiar a vida diária de cada um.”

Com o projeto do teleférico, assinalou a presidenta, o Estado assume sua função, que é gastar dinheiro público em benefício das pessoas que mais precisam, mas que foram “abandonadas anos e anos”. “O Brasil tinha o hábito de condenar uma parte da população ao abandono, à máxima negligência.” Segundo Dilma, o direito aos principais serviços públicos era sonegado para esse segmento da população.

Moradores do Alemão avaliam teleférico

Política