PUBLICIDADE
Topo

Política

Após segundo atestado, CPI convoca depoente ligado a Perillo para realizar perícia médica no Senado

Da Agência Câmara, em Brasília

27/06/2012 12h18

O presidente da CPMI do Cachoeira, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), leu o segundo atestado médico segundo o qual o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), Jayme Rincón, convocado para depor hoje, corre risco de hemorragia cerebral se for submetido a situação de estresse, pois sofre de aneurisma.

Mesmo assim, Vital do Rêgo disse que convocou Rincón para uma perícia médica no Senado, embora tenha confirmado a veracidade da condição do acusado com o médico que assinou o atestado.

O deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) sugeriu que fosse cancelada a perícia, pois a comissão poderia esperar até agosto pelo depoimento.

A deputada Íris de Araújo (PMDB-GO) disse que Rincón continua trabalhando normalmente desde que apresentou o primeiro atestado, em maio.

Jayme Rincón, que foi tesoureiro da campanha de Perillo ao governo do estado em 2010, foi citado em ligações telefônicas interceptadas pela Polícia Federal (PF). Segundo as investigações, foram depositados R$ 600 mil pelo grupo de Cachoeira na conta da empresa Rental Frota Ltda., que tem Jayme como um dos sócios, com 33% de participação. A Rental já confirmou o pagamento, mas diz que se refere à venda de 28 veículos usados. Na primeira vez em que foi convocado, em 30 de maio, Jayme também alegou problemas de saúde para não comparecer.

A comissão está reunida na sala 2 da ala Nilo Coelho, do Senado.

Política