PUBLICIDADE
Topo

Política

Prefeito de Palmas se coloca à disposição da CPI do Cachoeira; depoimento está previsto para terça

Camila Campanerut

Do UOL, em Brasília

05/07/2012 19h16

O prefeito de Palmas (TO), Raul Filho (PT) entregou um ofício nesta quinta-feira (5) à CPI do Cachoeira no qual se diz à disposição da comissão para “esclarecer toda a verdade” a respeito da relação dele com o contraventor preso no fim de fevereiro, Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. O prefeito foi flagrado em vídeo negociando com Cachoeira e alguns assessores ajuda para a campanha dele em troca de favorecimento em contratos. 

De acordo com o relator do caso na CPI, o deputado federal Odair Cunha (PT-MG), o depoimento do prefeito petista deverá acontecer na próxima terça-feira (10), em horário a definir.

Na reunião de hoje da CPI, havia seis requerimentos que pediam a convocar Raul Filho, que foram aprovados juntamente com as convocações do ex-presidente da Delta, Fernando Cavendish e o ex-diretor do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Luiz Antonio Pagot e outras seis pessoas.

O vídeo, que mostra Raul Filho e o bicheiro, seria de 2004 e foi apreendido pela Polícia Federal durante a Operação Monte Carlo na casa de um dos integrantes do grupo de Cachoeira e divulgado no último domingo (1o) no programa Fantástico, da Rede Globo.

Em um dos diálogos, o prefeito detalha ao bicheiro onde seu grupo poderia ter oportunidades de atuar: "Palmas tem uma série de oportunidades a serem exploradas, no campo imobiliário, transporte. Lá tem uma questão que nós vamos rever ela mesma, a concessão da água".

Em outro trecho da conversa, Cachoeira afirma que ajudará o então candidato e também fala do que espera em troca. "Eu posso falar que dou uma posição para você no show. E tem como disponibilizar uma verba aí. Aí você vê com o Alexandre aí. Qual o nicho que a gente pode participar posteriormente".

Política