Aécio diz que operação é 'passo definitivo para Brasil conhecer a verdade'

Do UOL, em São Paulo

  • Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

    Senador Aécio Neves (PSDB-MG) é um dos principais líderes da oposição ao governo

    Senador Aécio Neves (PSDB-MG) é um dos principais líderes da oposição ao governo

O senador Aécio Neves (PSDB-MG), um dos principais líderes da oposição, comentou em nota a 24ª fase da Operação Lava Jato, que, entre outros mandados, conduziu coercitivamente o ex-presidente Lula para depor.

Segundo Aécio, o "avanço da Operação Lava Jato é um passo definitivo para que os brasileiros possam ter acesso à verdade que há muito tempo vem sendo sonegada ao país".

Ele também pediu que as pessoas apoiem a força-tarefa: "O dia de hoje exigirá de todos nós coragem e serenidade. Os graves indícios de irregularidades e crimes cometidos à sombra do projeto de poder do PT finalmente estão vindo à luz. Vamos continuar apoiando as investigações. O Brasil merece conhecer a verdade".

Como a Lava Jato chegou a Lula

  •  

Em nota oficial, o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), vice na chapa de Aécio nas eleições presidenciais de 2014, afirmou que após a detenção de Lula "caiu a pá de cal sobre a pretensão tresloucada do PT de se perpetuar no poder". "O mito que Lula construiu em torno de seu nome acaba de desmoronar na manhã de hoje", completou.

O tucano também disse que o governo da presidente Dilma Rousseff "acabou com a delação do senador Delcídio" do Amaral (PT-MS), em referência ao suposto acordo de colaboração premiada, ainda não homologado pelo STF (Supremo Tribunal Federal), divulgado nesta quinta-feira (3) pela revista "IstoÉ". No documento obtido pela publicação, o petista cita Lula e Dilma.

Nunes encerrou sua nota lembrando o protesto agendado para o próximo dia 13. "... Estaremos juntos nas ruas, manifestando em paz a nossa indignação e a nossa esperança", escreveu.

Outro integrante do PSDB, o líder do partido no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), afirmou que "tudo o que foi revelado é muito grave" e acrescentou: "No nosso escopo constitucional não há uma só letra, uma só linha, que diga que essa ou aquela autoridade está imune à investigação".

Manifestantes entram em confronto em frente à casa de Lula em São Bernardo (SP)

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos