Deputado Paulinho da Força discute em aeroporto e joga dinheiro para mulher

Emanuel Colombari

Do UOL, em São Paulo

O deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (SD-SP), foi protagonista de um bate-boca com uma dona de casa no aeroporto de Brasília nesta terça-feira (30). No desentendimento, Paulinho chegou a jogar notas de dinheiro contra a interlocutora. As imagens foram publicadas em redes sociais.

No vídeo, a responsável pela filmagem acompanha o deputado na área de desembarque do aeroporto, onde ele estava acompanhado de um assessor e do presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Edifícios e Condomínios de São Paulo (Sindifícios), Paulo Ferrari.

"Vamos filmar bem os traidores, porque vai ter preço depois", diz a mulher, não identificada pelas imagens, fazendo referência ao apoio dado pelo parlamentar ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

"Traidor? Traidora é você, ladrona (sic)", rebate Paulinho. "O senhor está me chamando de ladrona? O senhor está me chamando de ladrona? De onde o senhor tirou isso, que eu sou ladrona?", argumenta a mulher.

"De onde você tirou que ele é traidor? De onde você tirou que ele é traidor?", pergunta um dos dois homens que acompanham Paulinho do desembarque.

"O que eu já te roubei? O que eu já te roubei para você me chamar de ladrona? Qual o esquema? Eu sou uma mãe de família, uma dona de casa, não estou roubando para ninguém. Eu estou lutando para os nossos direitos", rebateu a mulher que filma.

"Você está roubando o Brasil junto com a Dilma", argumenta Paulinho, já dentro de um carro sedã preto. Incomodado, o deputado então joga duas notas de R$ 10 para fora do carro, em direção à mulher.

"Toma um dinheiro. O dinheiro aí, ó", diz Paulinho. "Acabou a boquinha", completa, enquanto o carro vai embora do local.

Em comunicado oficial divulgado pelo Solidariedade nesta quarta-feira, o deputado afirmou ter dito "o que acredita" à mulher no aeroporto. Na nota, ainda faz duras críticas ao PT e à Dilma.

"Quero esclarecer a essa pessoa e ao povo brasileiro que os verdadeiros traidores são a Dilma e o PT, que usaram o dinheiro público e o voto da população para enriquecer", diz a nota.

"Quem acompanha de perto a política sabe que há denúncias de que os governistas estão pagando pessoas para protestar contra o impeachment e constranger deputados da oposição. Este também pode ser o caso do vídeo, pois a mulher que me perseguiu estava no aeroporto já com o objetivo de criar confusão, como fica claro nas imagens", acrescenta Paulinho.

"Dilma e o PT estão roubando o Brasil e quem os defende está ajudando esse governo a continuar a roubalheira. Foi isso o que afirmei à mulher no aeroporto, por ser o que acredito", completa a nota, agradecendo "ao povo brasileiro pelo apoio".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos