Processo de impeachment

Veja 11 momentos que resumem o discurso de Dilma

Do UOL, em São Paulo

Em discurso de defesa feito nesta segunda-feira (29) no plenário do Senado, a presidente afastada Dilma Rousseff (PT) disse que não cometeu crime de responsabilidade, afirmou que foi vítima de chantagem do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e chamou o governo interino de Michel Temer (PMDB) de usurpador. Dilma discursou por quase 50 minutos.

Também declarou que o impeachment é sua pena de morte política, se emocionou ao citar a tortura sofrida durante a ditadura e fez um apelo para que os senadores votem contra sua condenação.

Confira abaixo onze momentos que resumem o pronunciamento de Dilma.

Resistência contra o "gosto amargo da injustiça"

 

 

"Impeachment é golpe e resulta em governo usurpador"

 

 

"Não é legítimo afastar presidente pelo 'conjunto da obra'"

 

 

"Oposição se aliou a interessados em barrar investigações"

 

 

"Impeachment foi chantagem explícita de Cunha"

 

 

Não me acusem "por um ato inexistente"

 

 

Condenação antecipada

 

 

Promessa de nova eleição

 

 

Cassação é "pena de morte política" 

 

 

"Hoje só temo a morte da democracia"

 

 

"Votem contra o impeachment"

 

Veja a íntegra do discurso de Dilma no Senado

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos