Prefeito de Lages (SC) renuncia ao cargo após morte da mulher

Aline Torres

Colaboração para o UOL, em Florianópolis

  • Reprodução/Facebook

    Prefeito de Lages, Elizeu Mattos (PMDB), com a mulher

    Prefeito de Lages, Elizeu Mattos (PMDB), com a mulher

O prefeito de Lages, uma das maiores cidades de Santa Catarina, com 158 mil habitantes, renunciou ao mandato. O peemedebista Elizeu Mattos, 51 anos, anunciou na tarde de ontem (27) a decisão de cuidar dos filhos após a morte da mulher Cristiane Garcez, 40 anos.

Cristiane foi vítima de um câncer. A doença foi diagnosticada em janeiro de 2014 já em estado avançado. Em agosto deste ano, a primeira-dama foi internada no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres e não saiu mais.

Ela morreu há doze dias (16). Foi velada na Catedral Diocesana, em Lages, e depois cremada. Um dos seus últimos pedidos foi que suas cinzas fossem jogadas do alto do Morro das Sete Voltas, na Lagoa da Conceição, em Florianópolis. O casal estava junto há 20 anos e tem dois filhos Maria Luíza,16, e Carlos Eduardo, 10.

Além do drama familiar, a carreira de Elizeu estava desgastada após uma série de escândalos. Ele foi preso por três meses por denúncias de corrupção em 2014. O ex-prefeito foi apontado pelo Ministério Público Estadual por receber propina na prestação de serviços de uma empresa terceirizada para o saneamento.

Segundo o inquérito, ele teria recebido R$ 2,8 milhões. Elizeu voltou ao cargo somente em outubro de 2015, após dez meses de afastamento, graças ao recurso no STF (Supremo Tribunal Federal). Mas, o tempo de ausência pode ter prejudicado sua imagem.

Segundo o advogado de Elizeu, Marlon Bertol,  "todas as testemunhas de defesa e acusação foram ouvidas e não ficou compravada a ligação de Elizeu com as acusações. Por isso, nessa semana ingressamos com o novo recurso junto ao Superior Tribunal de Justiça, alegando todas as ilegalidades que vislumbramos no curso dessa ação penal".

O candidato que apoiou, Roberto Amaral (PSDB) perdeu nessa eleição para Antônio Ceron (PSD), rival político de Mattos. Os dois tiveram uma disputa apertada nas eleições de 2012. A vitória nas urnas foi decidida por pouco mais de mil votos.

Por coincidência, o médico responsável pelo tratamento de Cristiane é filho de Ceron.

Elizeu não quis conversar com a reportagem do UOL, mas segundo a diretoria do partido ele nem cogitou a reeleição. Os boatos no diretório são que irá se aposentar da política.

Sua despedida do poder foi apresentada por meio de nota. "Neste momento de profunda dor, Elizeu optou por ficar ao lado dos filhos, menores de idade, que precisam de amparo e acolhimento. Sua presença no dia-a-dia junto à família torna-se necessária para o restabelecimento do elo afetivo e amoroso rompido abruptamente com o falecimento da esposa e mãe", dizia.

Um comunicado oficial também foi enviado à Câmara de Vereadores da cidade. O vice Toni Duarte (PSS) assumiu a função.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos