Após polêmica, Temer cita "direitos iguais" a mulher em casa e no trabalho

Do UOL, em São Paulo

  • Beto Barata/PR

Um dia depois de delegar às mulheres atributos domésticos, o presidente Michel Temer (PMDB) afirmou nesta quinta-feira (9) que não serão tolerados "preconceito e violência contra a mulher" e defendeu que "as mulheres tenham direitos iguais em casa e no trabalho".

A mensagem foi publicada no perfil oficial de Temer no Twitter. O peemedebista lembrou que se está na Semana da Mulher e fez uma defesa do próprio governo sem mencionar as palavras que expressou ontem, Dia Internacional da Mulher: "Meu governo fará de tudo para que mulheres ocupem cada vez mais espaço na sociedade", definiu.

Ontem, durante evento em referência ao Dia Internacional da Mulher, em Brasília, o peemedebista afirmou que tem "convicção do quanto a mulher faz pela casa" e da importância da figura feminina para a formação dos filhos que, segundo ele, é "seguramente" de responsabilidade da mãe.

A participação da mulher na sociedade, segundo Temer

A declaração do presidente gerou uma série de críticas nas redes sociais e foi criticada por movimentos feministas. 

A secretária nacional de Políticas para as Mulheres do governo Temer, Fátima Pelaes, minimizou a declaração. "O presidente Michel é muito mais do que palavras", disse.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, também minimizou a declaração e disse que o peemedebista estava "constatando um fato".

Nesta quinta, no primeiro evento público após a declaração da véspera, no entanto --a cerimônia em que sancionou projeto que torna Blumenau (SC) a "Capital Nacional da Cerveja" --, Temer não fez menção ao tema de gênero e preferiu falar da "festa de pacificação" que ele considera ser a Oktoberfest, principal evento turístico da cidade catarinense. "A festa é um exemplo pela pacificação das relações sociais para o Brasil", definiu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos