Renan diz que expulsão de Kátia Abreu "violenta" as tradições do PMDB

Do UOL, em Brasília*

  • Pedro Ladeira/Folhapress

    4.abr.2017 - Os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Katia Abreu (sem partido-TO)

    4.abr.2017 - Os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Katia Abreu (sem partido-TO)

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) se manifestou na tarde desta quinta-feira (23) sobre a expulsão da senadora Kátia Abreu (TO) do PMDB. Na avaliação dele, a decisão foi um "ato extremo", que contraria a "própria história" da sigla.

O Conselho de Ética do PMDB decidiu expulsá-la, por unanimidade, devido à postura crítica dela ao governo de Michel Temer e ao fato de atuar de forma contrária às orientações do Palácio do Planalto no Senado.

A medida será acatada de imediato pelo presidente do partido, senador Romero Jucá (RR), que elogiou a decisão por meio de nota à imprensa. "A medida demonstra nova fase de posicionamento do partido", afirmou.

Kátia Abreu ainda não se posicionou publicamente sobre o assunto, mas já deu indicações de que deve deixar a sigla. Segundo informações de sua assessoria de imprensa, a parlamentar está em missão oficial no Qatar, onde se reúne hoje com investidores árabes para apresentar o potencial agropecuário do Matopiba, região entre os Estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.

Antes da expulsão, o Conselho de Ética já havia suspendido a senadora das atividades partidárias temporariamente. Na época em que o processo começou a ser analisado pelo Conselho de Ética da legenda, a senadora encaminhou defesa na qual apontava "vícios processuais" no pedido de expulsão.

Leia a íntegra da nota de Renan Calheiros:

"A decisão do Conselho de Ética do PMDB, de cancelar a filiação da senadora Katia Abreu, parece resultado desses tempos confusos que o Brasil vive. É um ato extremo que contraria as práticas políticas do PMDB e a a sua própria história.

O partido foi construído e se fez forte por respeitar as diferenças de opinião. Essa é a forma civilizada de mediar conflitos internos e transmitir confiança à sociedade.

Kátia Abreu é uma parlamentar atuante, de posições claras e sinceras, que valoriza a bancada no Senado e o papel da mulher no PMDB. Retirá-la das nossas fileiras é uma atitude que violenta as mais caras tradições de convivência e tolerância que sempre marcaram a vida do partido.

Renan Calheiros"

(*Com informações do Estadão Conteúdo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos