Topo

Mourão diz que filho nomeado para BB é qualificado: "o resto é fofoca"

Antonio Rossell Mourão, filho do vice-presidente, general Hamilton Mourão - Reprodução/Facebook
Antonio Rossell Mourão, filho do vice-presidente, general Hamilton Mourão Imagem: Reprodução/Facebook

Gustavo Maia

Do UOL, em Brasília

08/01/2019 15h16Atualizada em 08/01/2019 18h04

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), afirmou na tarde desta terça-feira (8) que o filho, Antonio Rossell Mourão, foi nomeado para o cargo de assessor especial da Presidência do Banco do Brasil porque é funcionário da instituição há 19 anos e é "qualificado".

Ainda segundo o general da reserva do Exército, o filho foi escolhido pelo novo presidente do banco, Rubem Novaes, que tomou posse nesta segunda-feira (7).

"O resto é fofoca", escreveu o vice-presidente à reportagem do UOL, por meio de um aplicativo de troca de mensagens instantâneas.

Com o novo cargo, Rossell Mourão mais que triplicará seu salário, passando a ganhar R$ 36,3 mil por mês, de acordo como o jornal "Folha de S. Paulo". A nova função equivale a um cargo de executivo. 

Há 11 anos, ele atuava como assessor na área de agronegócio da instituição, ganhando cerca de R$ 12 mil mensais. Na presidência, continuará exercendo a mesma função, mas aconselhando diretamente Novaes.

A nomeação, que ocorreu ainda nesta segunda, foi confirmada pelo Banco do Brasil.

"O cargo é de livre provimento da Presidência do BB e a nomeação atende aos critérios previstos em normas internas e no estatuto do Banco", diz nota enviada pela assessoria de comunicação da instituição financeira.

No comunicado, Novaes afirmou que o novo assessor especial é de sua "absoluta confiança" e foi escolhido para sua assessoria, "e nela continuará, em função de sua competência".

"O que é de se estranhar é que não tenha, no passado, alcançado postos mais destacados no Banco", concluiu Novaes.

Apesar de o vice-presidente ter dito que o filho está no banco há 19 anos, o comunicado informa que ele entrou há 18.

A reportagem tentou entrar em contato com o filho do vice-presidente por meio de mensagens enviadas para seu perfil no Facebook, mas não obteve resposta até o momento.

Mais tarde, o vice-presidente foi ao Twitter defender o filho.

Veja, abaixo, a íntegra da nota enviada pelo Banco do Brasil sobre a nomeação:

"O Banco do Brasil informa que Antônio Hamilton Rossell Mourão foi nomeado ontem, 7, para o cargo de assessor especial da Presidência. O cargo é de livre provimento da Presidência do BB e a nomeação atende aos critérios previstos em normas internas e no estatuto do Banco.
      
Antônio Hamilton é funcionário do BB há 18 anos e trabalhava há 11 anos como assessor na Diretoria de Agronegócios. Ele é formado em Administração de Empresas e possui pós-graduações em Agronegócios e em Desenvolvimento Sustentável.

A respeito, o presidente do BB, Rubem Novaes, afirmou que o funcionário Antônio Hamilton possui excelente formação e capacidade técnica. "Antônio é de minha absoluta confiança e foi escolhido para minha assessoria, e nela continuará, em função de sua competência. O que é de se estranhar é que não tenha, no passado, alcançado postos mais destacados no Banco", disse Novaes."

Mais Política