Topo

Joice pede calma e diz que é hora de colocar "água fria na fervura"

Do UOL, em Brasília

24/03/2019 14h46

A líder do governo no Congresso Nacional, Joice Hasselmann (PSL-SP), usou suas redes sociais para tentar "acalmar" os ânimos da base de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PSL). Em uma transmissão feita pelo Youtube, Joice disse que o clima conflituoso entre Bolsonaro e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), está caminhando para o fim.

"É preciso colocar água fria na fervura [...] tudo está sendo alinhado e recolocado em seus devidos lugares", disse a deputada. Na sexta-feira (22), ela havia dito que o governo tem "bombeiro para apagar fogo".

Hasselmann se referia à troca de farpas entre Maia e Bolsonaro nos últimos dias. Incomodado com uma postagem feita pelo vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ), Maia disse que abandonaria a articulação política em torno da proposta de reforma da previdência enviada pelo governo à Câmara.

Maia chegou a dizer que o governo Bolsonaro era um "deserto de ideias". Bolsonaro, por sua vez, disse que era Maia quem estava sendo agressivo em relação a ele.

Hasselmann, que tem como uma de suas principais funções conseguir os votos necessários ao governo para aprovar medidas no Congresso, disse que tanto Maia quanto Bolsonaro já estão dando sinais de que querem pôr um fim ao embate.

"Nosso presidente já deu vários sinais, deu algumas entrevistas, dizendo que tem que abrir o diálogo, que tem que conversar [...] a gente tem que ter o clima um pouco mais suave. O clima beligerante não ajuda ninguém", afirmou.

De volta ao Brasil após viagem ao Chile, o presidente Bolsonaro recebeu hoje o líder do governo na Câmara dos Deputados, major Vitor Hugo (PSL-GO). O deputado disse que a intenção do governo, agora, é ampliar o diálogo em torno da reforma.

"A semana passada foi uma semana muito intensa e agora a gente vai caminhar para uma aproximação", disse o deputado ao sair do encontro.

Mais Política