Topo

General Heleno: Força Nacional é para "desencorajar" violência em atos

Eduardo Anizelli/Folhapress
Imagem: Eduardo Anizelli/Folhapress

Luciana Amaral

Do UOL, em Brasília

17/04/2019 11h17

O ministro-chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general Augusto Heleno, afirmou hoje ao UOL que pediu que a Força Nacional ficasse de prontidão para "desencorajar" possíveis atos de violência em manifestações previstas para acontecer na Esplanada dos Ministérios na semana que vem.

O ministro da Justiça, Sergio Moro, autorizou o uso da Força Nacional de Segurança na praça dos Três Poderes e na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, por 33 dias, que contam a partir de hoje.

"Estamos tomando essa providência para desencorajar esse tipo de manifestação que não serve a muita coisa. Não queremos vandalismo, não queremos quebra-quebra, como já aconteceu em outras manifestações desse tipo. Estamos exatamente nos antecipando a esse problema", disse.

A praça dos Três Poderes concentra as sedes da Presidência da República, do Congresso e do STF (Supremo Tribunal Federal). Na esplanada, ficam os prédios dos ministérios que compõem o governo.

Segundo a portaria assinada por Moro, a Força Nacional vai atuar em "ações de preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio". A ação também prevê "a defesa dos bens e dos próprios da União, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, em caráter episódico e planejado".

Governo Bolsonaro