Topo

Bolsonaro brinca que Guedes dependerá do INSS para aposentadoria

Luciana Amaral

Do UOL, em Brasília

2019-05-21T09:13:12

2019-05-21T09:55:57

21/05/2019 09h13Atualizada em 21/05/2019 09h55

Em cerimônia de hasteamento da Bandeira Nacional na manhã de hoje, em frente ao Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) brincou com crianças ao dizer que o ministro Paulo Guedes (Economia) dependerá de recursos do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) ao se aposentar.

"Quando vocês [crianças] estiverem trabalhando, vocês vão garantir a nossa aposentadoria, desse pessoal que está aqui atrás. Então, nós precisamos formar bem vocês", falou o presidente em tom informal a estudantes de uma escola pública municipal do Novo Gama, em Goiás. A cidade fica no entorno do Distrito Federal.

"Nós estamos tentando aqui, não vou explicar a outra forma de aposentadoria também, mas que não vai ser de uma hora para outra. O Paulo Guedes vai depender do INSS com toda certeza. Já está quase se aposentando", concluiu Bolsonaro ao lado do ministro.

No momento, o presidente arrancou risos dos presentes. A fala de Bolsonaro em tom de brincadeira acontece em meio à tramitação da reforma da Previdência no Congresso Nacional, sob responsabilidade do ministro da Economia e em ritmo mais lento do que o desejado pelo governo.

Quando Bolsonaro citou o modelo previdenciário atual, posicionado logo atrás do presidente, Guedes então falou para os colegas que "vamos libertá-los desse peso".

A vontade do Planalto é que a proposta seja aprovada até o primeiro semestre deste ano. Hoje o texto está em análise em comissão especial na Câmara.

Guedes construiu fortuna no mercado financeiro, inclusive fundando um banco de investimentos. Especulação financeira e educação sempre estiveram muito presentes na vida do economista.

Bolsonaro convocou os ministros para participar do hasteamento da bandeira às 8h. Juntos aos alunos, eles acompanharam a banda marcial da Presidência e cantaram o Hino Nacional.

Após as solenidades, o presidente abraçou, tirou fotos e conversou com as crianças. Ele ressaltou a importância dos estudos e de se obedecer aos pais.

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, também esteve presente e conversou em Libras (Língua Brasileira de Sinais) com alguns alunos.

Esta é a segunda vez que Bolsonaro participar de cerimônia semelhante no Alvorada. Ao final, todas as autoridades seguiram a pé de volta para dentro do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, onde se reúnem no 12º Conselho de Governo.

Mais Política