Topo

Crivella usa marca similar à da Universal e internautas pedem Estado laico

Logomarca do Programa Prefeitura Mais Perto de Você vem chamando a atenção pela semelhança com a marca da Igreja Universal do Reino de Deus - Reprodução/Internet
Logomarca do Programa Prefeitura Mais Perto de Você vem chamando a atenção pela semelhança com a marca da Igreja Universal do Reino de Deus Imagem: Reprodução/Internet

Gabriel Sabóia

Do UOL, no Rio

15/07/2019 17h08

A logomarca utilizada pela Prefeitura do Rio de Janeiro para o programa "Prefeitura Mais Perto de Você" tem sido comparada por internautas com a da Igreja Universal do Reino de Deus. Nas redes sociais, internautas dizem que o uso é proposital e visa confundir a população a pouco mais de um ano antes das eleições municipais.

O fato de o prefeito da capital fluminense, Marcelo Crivella (PRB), ser bispo licenciado da Igreja Universal também é citado por internautas que enxergam na escolha da logomarca violação ao princípio constitucional da laicidade do Estado.

Logomarca da Igreja Universal do Reino de Deus, da qual Crivella é bispo licenciado, se assemelha a material de divulgação da Prefeitura - Reprodução/Internet
Logomarca da Igreja Universal do Reino de Deus, da qual Crivella é bispo licenciado, se assemelha a material de divulgação da Prefeitura
Imagem: Reprodução/Internet

Em nota, a prefeitura negou que a logomarca seja inspirada na Igreja Universal. De acordo com o governo municipal, "o logotipo mostra uma cidade com um marcador, inspirado em marcadores de mapas digitais, como os do Google Maps". A reportagem questionou a prefeitura quanto à autoria da logomarca, mas não obteve resposta.

Ambas as marcas apresentam símbolos brancos desenhados sobre fundos vermelhos, sobrepostos em branco e com letras azuis que identificam a prefeitura e a igreja. O coração aparece tanto na marca da prefeitura quanto na da Universal.

Em uma página de oposição a Crivella no Facebook, eleitores se manifestam: "O Estado é laico e Crivella precisa respeitar. Política e religião não se misturam", disse um internauta.

Outro seguidor da página cobrou atitudes dos órgãos de fiscalização. "Quem tem que olhar é o MP [Ministério Público]", afirma. O texto original da postagem é acompanhado de fotos do material impresso com a logomarca do programa e questiona a laicidade do governo municipal.

"Prefeitura de Crivella tenta confundir o eleitorado mais humilde através de uma deliberada e evidente similaridade entre os símbolos;
violação do princípio constitucional da laicidade do Estado", diz a postagem. A Constituição Federal garante autonomia dos entes governamentais em relação a igrejas e aspectos religiosos.

No site da Prefeitura do Rio, é possível ver que panfletos com a marca já foram distribuídos durante ações do programa em bairros da zona oeste do Rio, como Bangu, Campo Grande e Santa Cruz, desde o fim de maio. A prefeitura afirma em seu portal que mais de 50 mil atendimentos já foram realizados pelo projeto neste período. As redes sociais da prefeitura também mostram a marca ao lado de eleitores que usaram os serviços.

Materiais de divulgação com a logomarca vêm sendo utilizados em ações da Prefeitura do Rio - Reprodução/Internet
Materiais de divulgação com a logomarca vêm sendo utilizados em ações da Prefeitura do Rio
Imagem: Reprodução/Internet

Entre os serviços oferecidos pelo Programa Prefeitura Mais Perto de Você, estão a consulta ao Sisreg (Sistema Nacional de Regulação), vacinação, agendamento de castração para cães e gatos, agendamento de emissão de documentos e inscrição em cursos de qualificação. As ações do programa são realizadas em localidades consideradas mais com maior deficiência desses serviços.

Vereador promete ir ao MP contra veiculação do material

Um dos vereadores que se manifestou em relação ao material utilizado pela Prefeitura do Rio, Tarcísio Motta (PSOL) afirmou que pretende acionar o MP pela veiculação do material publicitário.

"Crivella parece mais uma vez não saber os limites entre a igreja e a prefeitura. Engana o povo e mistura as coisas. Fazer propaganda subliminar da Universal com dinheiro público é um absurdo. Vamos acionar imediatamente o MP que já tem ações de improbidade por causa desta prática ilegal", afirma.

Crivella é defendido por Edir Macedo em culto

UOL Entretenimento

Política