Topo

Joice Hasselmann diz que teve celular clonado e compara caso com o de Moro

FÁTIMA MEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: FÁTIMA MEIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

21/07/2019 18h57

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), líder do governo, afirmou no Twitter que seu celular foi clonado e que bandidos enviaram mensagens no nome dela, através do aplicativo Telegram, para jornalistas, entre eles Lauro Jardim, colunista de "O Globo".

A parlamentar também declarou que recebeu ligações do próprio número e comparou o caso com o que teria acontecido anteriormente com o ministro da Justiça, Sergio Moro. "A polícia já foi acionada", disse Joice.

Ela afirmou que não usava a conta no Telegram desde a campanha eleitoral de 2018. "Peço para que todos fiquem de olhos e ouvidos atentos para qualquer mensagem que possa circular por aí em meu nome, porque certamente vão usar todo tipo de sujeira para tentar manchar o meu nome", afirmou a deputada no vídeo postado.

Mais Política