Topo

Bolsonaro rebate críticas a frase sobre cocô: "Vote em outro presidente"

Gabriela Biló/Estadão Conteúdo
Imagem: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

12/08/2019 21h52

Jair Bolsonaro foi criticado após dizer que a preocupação com o meio ambiente poderia ser resolvida se a população "fizesse cocô dia sim, dia não". Hoje (12), em Pelotas (RS), o presidente foi questionado sobre o efeito de suas declarações, ironizou a polêmica e sugeriu que os incomodados "votem em outro candidato em 2022".

"Você quer que eu seja 'um vaselina'? Um politicamente correto? Ou um isentão? Não, aqui é resposta direta! Fui eleito assim, não vou fugir à minha característica, com todo o respeito que eu tenho a todo mundo. Quando eu falei a questão do cocô, foi uma pergunta idiota de um jornalista lá em Brasília", disse Bolsonaro.

O vídeo da cena foi compartilhado pelo filho, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), no Facebook. Na resposta, que pode ser vista abaixo, o presidente da República repetiu a frase em que sugere que as pessoas usem o banheiro com menos frequência. Além disso, ironizou uma declaração feita pela ex-presidente Dilma Rousseff (PT) em 2015, quando sugeriu a invenção de tecnologia para "estocar vento" para a produção de energia eólica.

"O idiota perguntou para mim, depois de eu ter explicado que o mundo cresce 70 milhões de habitantes por ano, e o Brasil cresce um pouco mais de dois milhões de habitantes... E não dá para plantar na Lua, nem em Marte, assim como não dá para estocar vento. Eu respondi assim: 'é só você cag... menos que, com toda certeza, a questão ambiental vai ser resolvida'. Isso eu respondi. Agora, se não é compatível com o presidente, vote em outro em 2022. É muito simples", concluiu Bolsonaro.

Mais Governo Bolsonaro