PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Bolsonaro: ONU é local onde muita gente enxuga gelo, passa um pano

Do UOL, em São Paulo

24/09/2019 20h39

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou hoje que a Organização das Nações Unidas (ONU) é um local onde "muita gente enxuga gelo, passa um pano". Em entrevista ao jornal SBT Brasil, o presidente reforçou as críticas, como ao renomado líder indígena Raoni Metuktire, que fez durante o discurso inaugural da Assembleia-Geral da ONU, em Nova York.

Questionado se considerava seu discurso agressivo, Bolsonaro disse que só utilizaria a palavra se fosse "sinônimo de verdadeiro". "Brasil tinha uma posição de ser servil, de não falar de igual para igual com os outros chefes de outros países", disse, acompanhado de um de seus filhos, Eduardo Bolsonaro (PSL), que deve ocupar o cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

Logo após seu discurso, Bolsonaro foi parabenizado pelo presidente norte-americano Donald Trump. No começo da noite, o capitão reformado deixou o hotel para participar do jantar oferecido pelo presidente dos EUA a chefes de Estado da Assembleia Geral. O jantar ocorre no Hotel Lotte, em Midtown.

Antes do jantar, disse a jornalistas: "o Trump vai ser reeleito no ano que vem". Na entrevista veiculada na noite de hoje, Bolsonaro não quis comentar os assuntos que foram discutidos com Trump. Ele se limitou a dizer que "Brasil e Estados Unidos estão de mãos dadas em tudo que interessa."

Na conversa, Bolsonaro voltou a fazer críticas a Raoni, liderança dos povos tradicionais brasileiros que vem viajando e expondo algumas das aflições dos indígenas em relação ao novo governo. "Começamos a tirar do Raoni o monopólio de representar os indios do Brasil", disse o presidente ao SBT.

Na ONU, Bolsonaro ataca "inimigos imaginários" e isola mais o Brasil

UOL Notícias

Internacional