Topo

Deputado em lista a favor e contra Eduardo afirma que foi "estratégia"

Deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) - Divulgação
Deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) Imagem: Divulgação

Hanrrikson de Andrade e Guilherme Mazieiro

Do UOL, em Brasília

17/10/2019 17h37

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) afirmou hoje ao UOL que ele, Luiz Lima e outro colega assinaram ontem ao mesmo tempo listas a favor e contra a nomeação de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) como líder do partido na Câmara por "estratégia de infiltração".

Segundo cruzamento de listas entregues à Secretaria-Geral da Mesa da Casa, quatro assinaturas constavam de documentos que apoiavam pedidos contrários — tirar o deputado federal Delegado Waldir da função e trocá-lo por Eduardo, ou manter Waldir.

Silveira disse que a ideia era assinar a lista de Waldir para que a ala "bivarista" — agora contrária aos filhos de Bolsonaro — se sentisse "relaxada" com as assinaturas já obtidas e desistisse de ampliar a vantagem. Enquanto isso, nos bastidores, o grupo tentava aglutinar apoio para Eduardo.

Mas a estratégia parece não ter funcionado e, após uma série de vaivéns, Delgado Waldir segue na liderança do PSL na Câmara.

Quarta lista

Mas os deputados apoiados por Bolsonaro ainda tentam reverter a nomeação de Waldir como líder do PSL na Câmara.

Na tarde de hoje, o líder do governo na Câmara, o deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO) se reuniu com deputados que tentam alçar Eduardo ao posto. Estiveram presentes os deputados Filipe Barros (PSL-PR), Carls Jordy (PSL-RJ), Carla Zambelli (PSL-SP), Hélio Lopes (PSL-RJ) e Bibo Nunes (PSL-SP).

"Estamos coletando mais assinaturas. Faltam quatro para conseguirmos 27 de novo e trocar o líder", disse Zambelli.

Uma das maiores dificuldades do grupo, além de criar consenso, é conseguir as assinaturas. Isso porque muitos parlamentares retornam aos seus estados quinta-feira.

Política