PUBLICIDADE
Topo

Não importa nº da camisa no time Bolsonaro, diz Onyx após mudar de pasta

Onyx Lorenzoni, ex-ministro-chefe da Casa Civil e atualmente à frente da Cidadania - Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo
Onyx Lorenzoni, ex-ministro-chefe da Casa Civil e atualmente à frente da Cidadania Imagem: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

13/02/2020 17h34Atualizada em 13/02/2020 17h51

O ministro Onyx Lorenzoni, que teve anunciada hoje a sua saída da chefia da Casa Civil para o Ministério da Cidadania, disse no Twitter que continuará trabalhando com "zelo, empenho e dedicação" independentemente do "número da camisa".

"O time Bolsonaro é unido e é forte, não importa o número da camiseta", disse. "Quero agradecer a todos que me acompanham desde 13 de novembro de 2018, quando o presidente me deu a missão que nós concluímos agora, por decisão dele".

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou hoje que Osmar Terra deixará o Ministério da Cidadania e será substituído por Onyx Lorenzoni. A Casa Civil, até então comandada por Onyx, passará ao general do Exército Walter Souza Braga Netto. Dessa forma os militares preenchem mais uma vaga na cúpula presidencial.

No vídeo, Onyx promete continuar trabalhando para "melhorar e transformar a vida dos brasileiros" , diz que carrega como lema "servir a Deus e ao Brasil" e chama Bolsonaro de "nosso líder".

"Hoje, a gente vive num presente sem medo e sabe que tem futuro", concluiu.

Política