PUBLICIDADE
Topo

Sobe para 23 o número de infectados por covid-19 na comitiva de Bolsonaro

Presidente do Brasil não foi diagnosticado com a doença mas crê que pode ter sido infectado no passado - TOM BRENNER
Presidente do Brasil não foi diagnosticado com a doença mas crê que pode ter sido infectado no passado Imagem: TOM BRENNER

Eduardo Militão

Do UOL, em Brasília

22/03/2020 12h36

Mais um membro da comitiva do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) aos EUA foi confirmado com coronavírus. Até agora, são 23 pessoas com a doença, que não atingiu os presidentes do Brasil e dos EUA, Donald Trump, pelo menos com base nos diagnósticos divulgados até o momento.

O presidente da Federação das Indústrias de Rondônia, Marcelo Thomé, recebeu o resultado no sábado (21). Ele chegou a ter febre. Thomé segue em casa, segundo sua assessoria contou ao UOL neste domingo (22).

A covid-19 atacou até mesmo o principal conselheiro político do presidente brasileiro, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno. O primeiro a ser detectado com a doença foi o secretário de Comunicação do Planalto, Fábio Wajngarten.

Thomé está em isolamento, informou a assessoria da Federação da Indústrias de Rondônia. "Ele está bem e em isolamento, conforme as determinações das autoridades de saúde."

Bolsonaro acredita que pode ter sido infectado e curado

Um dos infectados que foi aos EUA é o presidente da Apex, Sergio Segovia. Mas, segundo Bolsonaro, ele viajou em um avião diferente dos demais. "Acho que ele foi e voltou por outro meio, não foi no mesmo avião", contou o presidente na sexta-feira (20).

"Toda família deu negativo em casa", detalhou Bolsonaro. "Talvez eu tenha sido infectado lá atrás e não fiquei sabendo. E estou com anticorpos."

Também foi infectado o prefeito de Miami, Francis Suarez. Mas o nome dele não está incluído na lista dos 23 que contraíram o coronavírus.

Comitiva infectada

Veja quem foi aos EUA na missão integrada por Jair Bolsonaro e contraiu a covid-19

  1. Augusto Heleno, ministro do GSI
  2. Bento Albuquerque, ministro das Minas e Energia
  3. Filipe Martins, assessor de Assuntos Internacionais no Planalto
  4. Major Cid, chefe da Ajudância de Ordens da Presidência da República
  5. Carlos França, embaixador e chefe do cerimonial
  6. Coronel Suarez, diretor de Segurança Presidencial
  7. Karina Kufa, advogada de Jair Bolsonaro
  8. Marcos Troyjo, secretário de Assuntos Internacionais do Ministério da Economia
  9. Nelson Trad (PSD-MS), senador
  10. Daniel Freitas (PSL-SC), deputado federal
  11. Fábio Wajngarten, secretário de Comunicação
  12. Samy Liberman, secretário-adjunto de Comunicação
  13. Alan Coelho de Séllos, chefe do cerimonial do Itamaraty
  14. Sergio Lima, publicitário que ajuda Bolsonaro a criar o partido Aliança Pelo Brasil
  15. Robson Andrade, presidente da CNI
  16. Flávio Roscoe, presidente da Federação das Indústrias de Minas (Fiemg)
  17. Marcelo Thomé, presidente da Federação das Indústrias de Rondônia
  18. Nestor Foster, encarregado de Negócios do Brasil nos EUA
  19. Sergio Segovia, almirante e presidente da Apex
  20. Mais quatro pessoas não identificadas, que faziam equipe de apoio do GSI

Política