PUBLICIDADE
Topo

Ministro da Saúde sugere adiar eleições municipais por causa do coronavírus

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, passa álcool gel nas mãos do presidente Jair Bolsonaro - Pedro Ladeira/Folhapres
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, passa álcool gel nas mãos do presidente Jair Bolsonaro Imagem: Pedro Ladeira/Folhapres

Eduardo Militão

Do UOL, em Brasília

22/03/2020 14h44

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), sugeriu que o Congresso adie as eleições municipais deste ano por causa da pandemia de coronavírus. Ele fez a declaração em uma teleconferência com prefeitos feita hoje.

"Aliás, eu faço aqui até uma sugestão para vocês discutirem aí", iniciou o ministro. "Está na hora de o Congresso olhar e falar: 'Ó, adia". Faz um mandato tampão desses vereadores e prefeitos, porque eleição no meio do ano... uma tragédia, porque vai todo mundo querer fazer ação política. Eu sou político, não esqueçam disso."

As afirmações de Mandetta foram dadas quando os prefeitos de Campinas (SP), Jonas Donizette (PSB), e de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), o questionava sobre o problema na chegada das verbas aos municípios. Eles pediam que o dinheiro do governo federal viesse sem a intermediação dos estados.

Mandetta afirmou iria agir de forma descentralizada e dando a "máxima liberdade" aos prefeitos, mas pediu que tudo fosse integrado com todos os órgãos públicos, mesmo "com todas as diferenças políticas" existentes entre os administradores.

"Senão daqui a pouco um vai pagar mais para o médico do hospital 'A', do hospital 'B'. Tira um enfermeiro de lá para cá... Vocês entram em colapso por 'bateção' de cabeça", argumentou o ministro.

Foi aí que Mandetta sugeriu adiar as eleições. Com a resposta do ministro, Donizette pediu que o assunto fosse deixado de lado. "Não é hora de falar nisso. Vamos continuar no corona aqui..."

Veja a declaração do ministro da Saúde (tempo 2h05min46seg)

Coronavírus