PUBLICIDADE
Topo

Brasileiros retidos no exterior ainda são 5.8 mil, diz Ernesto Araújo

Ernesto Araújo - Alan Santos/PR
Ernesto Araújo Imagem: Alan Santos/PR

Felipe Amorim

Do UOL, em Brasília

01/04/2020 17h40

Resumo da notícia

  • Araújo disse que cerca de 10 mil brasileiros já foram repatriados
  • Com o cancelamento de voos comerciais pelas companhias aéreas, o governo brasileiro passou a fretar voos
  • Primeiro fretado pousou anteontem, vindo do Equador, trazendo 150 brasileiros; Hoje, um outro, vindo do Peru, trará outros 160

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmou hoje que ainda restam cerca de 5.800 brasileiros no exterior que enfrentam problemas para regressar ao país por causa das medidas internacionais que restringiram a circulação de pessoas e impediram voos entre os países como consequência da pandemia do novo coronavírus.

Araújo disse que cerca de 10 mil brasileiros já foram repatriados e que o governo se dedica no momento a facilitar a volta dos que ainda estão no exterior. Com o cancelamento de voos comerciais pelas companhias aéreas, o governo brasileiro passou a fretar voos para buscar os brasileiros.

O primeiro voo fretado pousou anteontem no país, vindo do Equador, trazendo 150 brasileiros, entre eles atletas paraolímpicos da equipe de natação. Hoje, um outro voo vindo do Peru vai repatriar outros 160 brasileiros.

"Estamos muito dedicados que todos eles possam voltar em segurança", disse Araújo, durante apresentação no Palácio do Planalto sobre as ações do governo federal para enfrentar a pandemia.

Segundo Araújo, um dos países com maior concentração de brasileiros nessa situação é Portugal. De lá retornaram cerca de 6 mil brasileiros e ainda restam cerca de 1,5 mil para serem repatriados. O ministro disse que o governo espera trazer todos nos próximos dias.

O Ministério da Saúde anunciou hoje que subiu para 241 o número de mortes em decorrência do novo coronavírus no Brasil — aumento de 40 mortes em 24 horas.

A taxa de letalidade é de 3,5%. No total, são 6.836 casos oficiais confirmados no país até agora, segundo o governo — 1.121 diagnósticos em um dia.

Coronavírus