PUBLICIDADE
Topo

Guedes quer que jovens aprendam OSPB e ganhem R$ 200 para abrir estradas

Guilherme Mazieiro e Ricardo Marchesan

Do UOL, em Brasília

22/05/2020 19h26

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que conversa com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, sobre os quartéis absorverem jovens e depois utilizá-los para construção de estradas, ao final da pandemia. De acordo com Guedes, esses aprendizes ganhariam R$ 200 ou R$ 300, e passariam por atividades, como aulas de OSPB (Organização Social e Política Brasileira), disciplina que se tornou obrigatória nas escolas durante a ditadura militar.

As falas foram feitas em meio à reunião ministerial do governo Jair Bolsonaro (sem partido), no dia 22 de abril. O conteúdo foi tornado público hoje (22), por decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Celso de Mello.

O material é parte de uma investigação da Polícia Federal para saber se o presidente interferiu politicamente na corporação. Essas acusações foram feitas pelo ex-ministro Sergio Moro (Justiça).

"Nós sabemos para onde nós vamos voltar já já. Está certo? E se o mundo for diferente, nós vamos ter capacidade de adaptação. Por exemplo: eu já tenho conversado com o ministro da Defesa, já conversamos algumas vezes", afirmou Guedes. "Quantos jovens aprendizes nós podemos absorver nos quartéis brasileiros? Um milhão? Um milhão, a R$ 200, que é o Bolsa Família, R$ 300, para o cara de manhã fazer calistenia [exercícios físicos], aprende organização social e como é que é, OSPB, né? Organização Social e Política".

A OSPB foi uma disciplina criada no governo João Goulart que se tornou obrigatória nas escolas brasileiras em 1969, durante o regime militar, pelo decreto-lei 869, e foi extinta em 1993, durante o governo Itamar Franco.

Guedes prosseguiu e disse que o jovem "faz ginástica, canta o hino, bate continência. De tarde, aprende, aprende a ser um cidadão, pô! Aprende a ser um cidadão".

"Disciplina, usar o tempo construtivamente, pô! É voluntário para fazer estrada, para fazer isso e aquilo. Sabe quanto custa isso? R$ 200 por mês. Um milhão (de jovens) de cá, R$ 200 milhões. Joga dez meses aí, R$ 2 bilhões. Isso é nada!", afirmou o ministro da Economia. "Na reconstrução, nós vamos pegar R$ 1 bilhão, R$ 2 bilhões, e contrata um milhão de jovens aqui. A Alemanha fez isso na reconstrução", disse Guedes.

Política