PUBLICIDADE
Topo

Morre de covid-19 o ex-deputado Nelson Meurer, 1º condenado na Lava Jato

O então deputado federal Nelson Meurer (Progressistas-PR) durante sessão da Comissão Mista de Orçamento em 2013 - Viola Junior/Câmara dos Deputados
O então deputado federal Nelson Meurer (Progressistas-PR) durante sessão da Comissão Mista de Orçamento em 2013 Imagem: Viola Junior/Câmara dos Deputados

Do UOL, em São Paulo

12/07/2020 13h23Atualizada em 12/07/2020 13h25

O ex-deputado federal pelo Progressistas (antes PPB e PP) do Paraná, Nelson Meurer, morreu hoje aos 77 anos, vítima da covid-19. Ele, que cumpria pena de 13 anos e nove meses na Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão, de onde também foi prefeito, estava internado desde a última terça-feira (7).

Em nota publicada nas redes sociais, a prefeitura de Francisco Beltrão lamentou a morte de Meurer. "Além de reconhecer o seu trabalho em prol de Francisco Beltrão, [a administração] deseja força para a família. O Prefeito Cleber Fontana [PSDB] decretou luto oficial no município", anunciou.

O ex-deputado foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em maio de 2018, pela Segunda Turma do STF (Supremo Tribunal Federal), por receber R$ 4 milhões em vantagens indevidas da Petrobras.

Ele foi preso um ano e cinco meses depois, em 30 de outubro de 2019, por determinação do ministro Edson Fachin.

Em abril deste ano, em função da pandemia, a defesa de Meurer entrou com um pedido para que o ex-parlamentar deixasse a prisão, já que, aos 77 anos e com doenças crônicas, ele estava no grupo de risco de infecção pelo novo coronavírus. Fachin, porém, negou.

Ao analisar o caso, o ministro disse que o presídio de Francisco Beltrão, onde Nelson Meurer estava preso, não está superlotado e tem equipe de saúde para atender os detentos.

*Com Agência Brasil

Política