PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
9 meses

Youtuber mirim toma café com Bolsonaro e questiona preço do gás e vacina

Do UOL, em São Paulo

08/09/2020 12h30

Jair Bolsonaro (sem partido) tomou café da manhã hoje com a youtuber mirim Esther, conhecida em Brasília por já ter entrevistado o presidente e integrantes da cúpula do governo federal. Depois, a menina de dez anos participou do início da reunião do Conselho de Governo e questionou os ministros sobre temas que causaram risadas, como o preço do gás e do arroz, e outros mais sérios, como a previsão de vacinação contra a covid-19.

Esther questionou primeiro o ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque sobre a alta no preço do gás. "Pergunta para o Paulo Guedes", respondeu Albuquerque, provocando risos. O ministro da Economia então assumiu a pergunta e prometeu uma queda de "20% a 30%" em breve.

Já a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, foi alvo da youtuber ao ser questionada sobre o preço do arroz, que atualmente chega a custar até R$ 40 o pacote de cinco quilos. "Agora ele está alto, mas vamos fazer baixar. Vamos ter uma supersafra no ano que vem", respondeu Tereza.

Outras perguntas de Esther, que muitas vezes era orientada pelo próprio Bolsonaro nos questionamentos, foram respondidas de forma mais séria. Foi o caso da previsão de vacinação contra a covid-19 feita ao ministro interino da Saúde Eduardo Pazuello, que prometeu a imunização para janeiro, e o questionamento feito ao ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles.

"Salles, está pegando fogo no Pantanal?", disse a menina, que ouviu uma confirmação do ministro. No entanto, Salles afirmou que mandou dez aviões para ajudar no combate ao fogo na região.

Em outro momento de descontração, Esther perguntou ao ministro das Comunicações, Fábio Faria, quem era melhor: Bolsonaro ou o seu sogro Silvio Santos. "Eu perguntei ao Silvio, ele falou que era o presidente", respondeu o ministro, que é genro do dono do canal SBT.

Antes das perguntas, Bolsonaro fez uma introdução da entrevista e demonstrou insatisfação com a imprensa brasileira. "Gostaria que as repórteres do Brasil fossem igual a ela. Seria excepcional", disse o presidente, que há poucas semanas afirmou querer "encher tua boca com uma porrada" a um repórter do jornal O Globo. O profissional havia o questionado sobre os depósitos feitos pelo policial militar aposentado e ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz na conta bancária da primeira-dama, Michelle Bolsonaro. .

Passe livre no feriado

Ontem Esther teve passe livre no Palácio da Alvorada durante a solenidade pelo Dia da Independência. Ela circulava pelo local no dia em que Bolsonaro comemorou o feriado promovendo aglomerações e com grande presença de crianças, a maioria sem máscaras. O tradicional desfile da Independência no Esplanada dos Ministérios foi cancelado pela pandemia do novo coronavírus, mas a solenidade realizada no lugar ainda atraiu centenas de apoiadores

Hoje pela manhã Bolsonaro publicou uma foto do café com a youtuber em suas redes sociais e recomendou também as redes da menina, que já entrevistou até ex-ministros do governo que saíram entre atritos com o presidente, como Luiz Henrique Mandetta e Sergio Moro.

A youtuber mirim tem frequentado também o Palácio do Planalto desde a eleição do presidente, que foi entrevistado por ela ainda durante a campanha eleitoral, em 2018. No último Dia das Crianças, então com nove anos, Esther foi recebida por Bolsonaro e almoçou com ele. A menina aproveitou para entregar a ele de presente a chave de Ribeirão Preto, cidade onde mora no interior de São Paulo.

Esther já entrevistou em Brasília o ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), General Augusto Heleno, e também deputados federais bolsonaristas como o ex-ministro da Cidadania Osmar Terra (MDB-RS) e Coronel Tadeu (PSL-SP).

O canal da menina no YouTube ainda tem entrevistas com parlamentares que deixaram de ser totalmente alinhados a Bolsonaro, como o senador Major Olímpio (PSL-SP), e personalidades bolsonaristas como Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan.

Os vídeos de Esther ainda têm com frequência a presença de personalidades da música, principalmente do sertanejo.

Política