PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Ex-governador de GO Helenês Cândido morre por covid-19 à espera de UTI

O ex-governador de Goiás, Helenês Cândido, que não resistiu às complicações da covid-19 - Divulgação/ALEGO
O ex-governador de Goiás, Helenês Cândido, que não resistiu às complicações da covid-19 Imagem: Divulgação/ALEGO

Andréia Martins

Do UOL, em São Paulo

18/03/2021 11h06Atualizada em 18/03/2021 11h49

O ex-governador de Goiás Helenês Cândido morreu na noite de ontem (17) devido a complicações da covid-19. O político de 86 anos estava internado no hospital de campanha em Santa Helena de Goiás.

A morte foi confirmada pelo governo de Goiás e pela Alego (Assembleia Legislativa de Goiás). Segundo a nota divulgada pela casa, da qual o político é ex-presidente, Helenês estava sendo transferido para uma UTI no Hospital e Maternidade Nossa Senhora Aparecida, em Caldas Novas, mas não resistiu.

O UOL entrou em contato com a Secretaria Municipal de Santa Helena de Goiás para apurar a informação da falta de leitos, mas ainda não teve resposta. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Lissauer Vieira (PSB), e o governador do estado, Ronaldo Caiado (DEM), decretaram luto oficial de três dias.

Advogado por formação, ele foi deputado estadual por três mandatos e governador do estado de Goiás de 24 de novembro de 1998 a 1 de janeiro de 1999, pelo MDB. Ele ficou no cargo em um período entre Maguito Vilela (MDB) e seu sucessor, Marconi Perillo (PSDB). Vilela, eleito em 2020 para ser prefeito de Goiânia, também morreu este ano vítima da covid-19.

Caiado divulgou uma nota lamentando a morte do político. "Sempre transparente e republicano, Helenês era um homem digno, que alcançou o reconhecimento do povo goiano e será sempre lembrado por nossa gente por seu importante legado. Nesse momento de grande consternação e tristeza, manifestamos nossa inteira solidariedade à família e aos amigos do ex-governador Helenês Cândido. Que Deus, em sua infinita bondade, possa consolar o coração de todos", escreveu Caiado.

Ao assinar o decreto de luto oficial na Alego, o deputado Lissauer Vieira (PSB) destacou a trajetória política de Helenês Cândido.

"Lamento profundamente a morte de mais um ex-governador do nosso estado para a covid-19. Helenês foi um grande político, exemplo de trabalho e conquistas, mas também de humildade e retidão. Ele também passou por essa cadeira que hoje eu ocupo, como presidente da Alego, e trouxe vários avanços para a Casa. Com certeza, deixa um legado brilhante".

Política