PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
15 dias

Doria ironiza preço de 'calça apertada' em troca de farpas com C. Bolsonaro

Governador paulista respondeu sobre alta dos preços de gêneros alimentícios como o óleo de soja  - Roberto Casimiro/Estadão Conteúdo
Governador paulista respondeu sobre alta dos preços de gêneros alimentícios como o óleo de soja Imagem: Roberto Casimiro/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

20/04/2021 20h26

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), respondeu hoje com ironia a uma provocação do vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ao ser acusado pelo parlamentar de provocar o aumento de preços de produtos em São Paulo, Doria jogou a responsabilidade para o presidente da República, e afirmou que até a sua "calça apertada" está cara por isso.

A resposta feita no Twitter é mais uma de uma série de publicações feitas por Doria nas últimas semanas em que tem assumido o apelido pejorativo pelo qual adversários políticos o chamam. O governador paulista também já viralizou nas redes sociais com o jargão "Vou te vacinar também", em que ele responde desde eleitores aliados até os que não apoiam seu governo.

A troca de farpas com Carlos Bolsonaro aconteceu após o vereador carioca fazer uma publicação com a foto de Doria ao lado de uma notícia de ontem, afirmando que o preço do óleo de soja aumentou mais de 90% na capital de São Paulo em um ano.

"O presidente diminui impostos de combustíveis, alimentos e medicamentos, então os santos governadores aumentam os seus. Então, a turma do quarto escuro junto com grande parte da mídia coloca a culpa em quem?", questionou Carlos Bolsonaro.

O governador paulista respondeu com uma imagem que reúne os produtos que tiveram as maiores altas de preços em 2020 segundo o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que é medido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No topo da tabela está justamente o óleo de soja, que teve um aumento no país de 103,8% no ano passado. Logo atrás vem o arroz, com alta de 76,01%.

"Até minha calça apertada está mais cara. Só a família que vive de rachadinha não sofre com aumento dos preços", respondeu Doria, se referindo a Carlos Bolsonaro como "Tonho da Lua".

O personagem em questão é da novela "Mulheres de Areia", exibida originalmente na TV Globo em 1993. Na trama, ele foi vivido pelo ator Marcos Frota e era um homem com distúrbios psiquiátricos.

Política