PUBLICIDADE
Topo

Política

Bolsonaro promete 1,1 milhão de doses da Pfizer a partir de segunda-feira

Presidente divulgou imagens de militares aplicando vacinas - Reprodução/Facebook
Presidente divulgou imagens de militares aplicando vacinas Imagem: Reprodução/Facebook

Eduardo Militão

Do UOL, em Brasília

08/05/2021 12h44

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou neste sábado (8) que 1,1 milhão de doses da vacina contra coronavírus produzida pelos laboratórios Pfizer e Biontech começam a ser distribuídas às 27 capitais a partir da segunda-feira (10). Ele fez o anúncio em redes sociais.

"A partir da próxima segunda, dia 10 de maio, mais 1,1 milhão de doses da Pfizer também começam a ser enviadas para as 27 capitais brasileiras", disse o presidente.

Na publicação, Bolsonaro anunciou nova remessa de 3,9 milhões de imunizantes da Fundação Oswaldo Cruz, produzidos em parceria com o laboratório Astrazeneca e com a Universidade de Oxford.

Para a região Sudeste, serão 1,7 milhão de doses. Para o Nordeste, 984 mil. Para o Sul, 624 mil. Para o Norte, 281 mil. Para o Centro-oeste, 294 mil.

O presidente divulgou imagens de militares aplicando vacinas à noite em Brasília.

Ao contrário do que fez em 2020, Bolsonaro adotou a estratégia de defender a imunização contra o coronavírus, principalmente após a queda de sua popularidade e ao retorno do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao cenário político do país.

No ano passado, por exemplo, Bolsonaro criticou a vacina Pfizer. Ele e seu governo negaram-se a comprar o imunizante. Este ano, a compra foi realizada.

Política