PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
2 meses

Freixo pede ao TCU que Bolsonaro seja investigado por orçamento secreto

Deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) - Valter Campanato/Agência Brasil
Deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

Colaboração para o UOL

10/05/2021 12h52

O deputado federal e líder da minoria na Câmara, Marcelo Freixo (PSOL-RJ) disse hoje que entrou com uma representação no TCU (Tribunal de Contas da União) para que o governo do presidente Jair Bolsonaro seja investigado pelo "tratoraço", um orçamento secreto de R$ 3 bilhões para compra de emendas parlamentares.

A representação vem após uma reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, que revelou que o governo federal montou um esquema de R$ 3 bilhões para garantir apoio da base aliada no Congresso. Desse valor, pelo menos R$ 271 milhões foram destinados para compra de tratores, retroescavadeiras e equipamentos agrícolas.

No caso de 115 tratores ao preço de R$ 15 milhões, o jornal identificou que apenas 12 deles seriam comprados dentro dos valores de referência do próprio governo.

O deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ), líder da oposição na Câmara, também já havia afirmado que entrará com representação no TCU e MPF (Ministério Público Federal) para que investiguem o "tratoraço".

Em abril, uma reportagem do UOLmostrou que a Secretaria Nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Regional e Urbano, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, produziu edital no valor de R$ 2,8 bilhões para a aquisição de 6.240 máquinas pesadas, incluindo retroescavadeiras, que seriam entregues a municípios de todo o país.

Política