PUBLICIDADE
Topo

Política

Ciro Nogueira 'foi convencido' por Bolsonaro a assumir Casa Civil

Senador Ciro Nogueira (PP-PI) deve assumir Casa Civil - Edilson Rodrigues/Agência Senado
Senador Ciro Nogueira (PP-PI) deve assumir Casa Civil Imagem: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Yala Sena

Colaboração para Uol, em Teresina

21/07/2021 18h39

O senador Ciro Nogueira (PP) confirmou hoje em reunião virtual com lideranças de Piauí que aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de assumir a Casa Civil.

Procurada, a assessoria do político informou que o progressista não vai se posicionar e observou que será preciso aguardar oficialização do Palácio do Planalto.

A declaração de Nogueira ocorreu por videoconferência em meio a uma viagem do progressista ao México. Na reunião participaram várias lideranças do PV, PTB, PSDB e Progressistas do Piauí.

"Há dias ele vem recebendo o convite do presidente (Bolsonaro), mas ontem terminou sendo convencido. Ele não queria ir, mas foi convencido pelo presidente Bolsonaro e ontem confirmou que irá assumir a Casa Civil no início da próxima semana", disse o ex-prefeito de Teresina e amigo pessoal de Ciro, Sílvio Mendes (PSDB).

Ainda segundo Mendes, Nogueira antecipou a viagem e estará de volta ao Brasil até sexta-feira (23).

A deputada estadual, Teresa Brito (PV), também confirmou que Ciro disse na reunião que assumirá a pasta. "Ele vai assumir o Ministério da Casa Civil e pode ser ainda está semana", disse.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje que fará uma reforma ministerial. As mudanças envolvem possivelmente três pastas: Ciro Nogueira irá para a Casa Civil no lugar do general Luiz Eduardo Ramos, que ocupará a Secretaria-Geral, hoje comandada por Onyx Lorenzoni (DEM). Já Lorenzoni ocupará o Ministério do Trabalho e Emprego, que será recriado com a divisão do Ministério da Economia, de Paulo Guedes.

Pré-candidatura mantida para 2022

Mesmo com a ida de Ciro para o Ministério de Bolsonaro, o partido mantém o nome dele para disputar o governo do estado em 2022 em oposição ao PT no Piauí.

Na reunião virtual, Ciro apresentou uma pesquisa encomendada pelo PP que aponta o senador liderando cenários em disputa com secretário Estadual de Fazenda, Rafael Fonteles (PT). Com a saída de Ciro, assume no Senado a sua mãe, Eliane Nogueira, também do Progressistas.

Política