PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Janaina diz que Bolsonaro 'está cavando a própria cova' ao nomear Ciro

Do UOL, em São Paulo

28/07/2021 08h25Atualizada em 28/07/2021 12h19

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) disse hoje, em entrevista ao UOL News, que a nomeação de Ciro Nogueira para o cargo de ministro da Casa Civil, feita pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), foi um "movimento errado" e que o atual mandatário está "cavando a própria cova" com a decisão.

Qual a lógica desse movimento? A única lógica, a única racionalidade é enfraquecer o Paulo Guedes. É uma desculpa, vamos dizer assim, falta emprego, ou temos que dar uma pasta para o Onyx, o Onyx é fiel, ou qualquer coisa que o valha, mas o objetivo parece ser enfraquecer o Paulo Guedes. Então é mais uma fragilização de bandeiras do governo. É muito ruim. As pessoas que votaram nele [Bolsonaro] estão cada vez mais descontentes. (...) Eu penso que ele [Bolsonaro] está cavando a própria cova."
Janaina Paschoal em entrevista ao UOL News

A parlamentar comentou que a nomeação feita por Bolsonaro não era coerente com o que ele propôs durante a campanha presidencial de 2018, e ressaltou o nome de Ciro em investigações.

Eu acho que foi um movimento muito errado do presidente. (...) O senador Ciro Nogueira, a gente não quer ofender ninguém, mas ele estava nominalmente envolvido nessas apurações todas. Então não me parece coerente com que o presidente propôs, prometeu, trazer o senador. Como colocar uma pessoa envolvida em tantas operações no filtro do governo?" (...) O Bolsonaro parece que gosta de errar."

A deputada também chamou Bolsonaro de "inseguro" e afirmou, referindo-se ao vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), que qualquer pessoa que tenha "uma luz própria incomoda muito o presidente". O atual mandatário declarou essa semana que Mourão atrapalha "um pouco" o governo, mas faz seu trabalho, tem independência e, por isso, é preciso "aturá-lo".

Terceira via e eleições

Para Janaina, com exceção do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro, não há candidatos para uma terceira via contra a possível candidatura de Bolsonaro e Lula (PT) nas eleições presidenciais de 2022. "Eu quero construir uma terceira via", declarou a parlamentar na entrevista, ponderando que Moro seria o nome ideal neste momento.

A gente tem que dar uma chacoalhada no Moro. Tem que parar de falar só de um tema, por mais importante que seja. Tem que olhar para o saneamento básico, para a educação, para a saúde. O Moro ainda é a criatura que, vamos dizer assim, que concretiza aqueles valores pelos quais nós lutamos."

Questionada pelo colunista do UOL Tales Faria se continuaria apoiando Bolsonaro nas próximas eleições, mesmo com as críticas a ele e à nomeação de Ciro Nogueira, Janaina declarou que essa decisão "depende de quem sejam os candidatos". Janaina ainda afirmou que não gostaria de votar no PP, partido que Bolsonaro poderá se filiar, mas que o faria, se fosse necessário, contra a esquerda.

"Por exemplo, se tiver Lula e Bolsonaro, você vai votar no Lula? Eu não voto no Lula. Eu voto no Bolsonaro. Eu não voto no Lula, no PT, no PSOL, eu não voto na esquerda. Eu também não gostaria de ter que votar [no PP], agora, se não tiver opção, eu não voto na esquerda. É fato."

Política