PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
5 meses

Michelle Bolsonaro dança sem máscara em visita à embaixada da Índia

Do UOL, em São Paulo

12/08/2021 20h16Atualizada em 12/08/2021 21h57

A primeira-dama Michelle Bolsonaro divulgou um vídeo hoje nas redes sociais em que aparece dançando sem máscara em visita à embaixada da Índia.

Usando um sári, traje tradicional do país, ela dança com um grupo de mulheres que, em sua maioria, também não usam o item de proteção.

Na publicação, feita pelo Instagram, ela agradece às pessoas que aparecem no vídeo pelo carinho.

O uso da máscara é obrigatório no Distrito Federal por meio do decreto Nº 40.648, de 23 de abril de 2020. Em reportagem veiculada na segunda-feira (9), a Agência Brasília — do governo estadual — informou que a violação da obrigatoriedade do uso de máscara resulta em "multa que parte de R$ 2 mil para pessoa física e R$ 4 mil para estabelecimentos comerciais".

O artigo primeiro do decreto estadual determina: "a obrigatoriedade da utilização de máscaras de proteção facial, conforme orientações da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal, em todos os espaços públicos, vias públicas, equipamentos de transporte público coletivo, estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços e nas áreas de uso comum dos condomínios residenciais e comerciais, no âmbito do Distrito Federal, sem prejuízo das recomendações de isolamento social e daquelas expedidas pelas autoridades sanitárias".

O texto informa ainda que "os estabelecimentos deverão impedir a entrada e a permanência de pessoas que não estiverem utilizando máscara de proteção facial".

O uso do item não é obrigatório apenas para os seguintes grupos:

  • Pessoas com deficiência intelectual ou transtornos psicossociais que não consigam utilizar as máscaras;
  • Demais pessoas cuja necessidade seja reconhecida, devendo ser atestada a impossibilidade do uso da máscara, através do serviço de saúde

Segundo o consórcio de veículos de imprensa, o DF registrou hoje nove mortes e 661 novos casos de covid-19. O uso da máscara segue sendo necessário mesmo para quem já se vacinou contra a doença, já que o imunizante reduz a chance de adoecer, mas não de contrair e transmitir o vírus.

O governo Bolsonaro teve início em 1º de janeiro de 2019, com a posse do presidente Jair Bolsonaro (então no PSL) e de seu vice-presidente, o general Hamilton Mourão (PRTB). Ao longo de seu mandato, Bolsonaro saiu do PSL e ficou sem partido. Os ministérios contam com alta participação de militares. Bolsonaro coloca seu alinhamento político à direita e entre os conservadores nos costumes.