PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Reale Jr.: Vi um filme de terror ao analisar documentos e relatos da CPI

Colaboração para o UOL

26/10/2021 11h37

O jurista Miguel Reale Jr. e os colunistas do UOL Josias de Souza e Kennedy Alencar participaram do UOL News na manhã de hoje para comentar o relatório final da CPI da Covid.

Reale afirmou que a conclusão do relatório está completa e que a CPI cumpriu o seu papel.

"O relatório está equilibrado e relata um quadro trágico do nosso país. Eu vi um filme de terror ao analisar todos os documentos, depoimentos e relatos. Inclusive relatos de parentes que foram no ultimo dia de CPI para mostrar como foram tratados pelo Governo", disse.

O jurista avaliou o comportamento do presidente Jair Bolsonaro diante do enfrentamento à pandemia da covid-19:

"Bolsonaro vem praticando crimes desde o início do mandato, seja a jornalistas, como a falta de decoro no exercício da presidência, e também em relação à pandemia. Tudo o que ele fez beira a perversidade", completou.

Reale também falou sobre o discurso do presidente nas redes sociais associando a vacina contra a covid-19 com a aids.

"Banir Bolsonaro das redes sociais é uma forma de prisão preventiva. Dizer que a vacina leva a aids é um desrespeito. A liberdade que se vive hoje graças a vacinação, aí o presidente repercute um absurdo desse, não há um chefe de estado que diga uma coisa dessas", afirmou.

Política