PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Defesa do bolsonarista Zé Trovão protocola pedido de liberdade

Bolsonarista conhecido como Zé Trovão foi preso após passar dois meses foragido - Reprodução/Redes sociais
Bolsonarista conhecido como Zé Trovão foi preso após passar dois meses foragido Imagem: Reprodução/Redes sociais

Do UOL, em São Paulo

27/10/2021 17h07

A defesa do bolsonarista Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, disse hoje que entrou com um pedido de liberdade em benefício do caminhoneiro. De acordo com os advogados, uma audiência de custódia foi realizada no início da tarde por videoconferência.

"A defesa informa que já protocolizou pedido de liberdade e aguarda um pronunciamento do ministro Alexandre de Moraes para os próximos dias", diz uma nota encaminhada pelos advogados.

Segundo explicou a defesa, Zé Trovão foi ouvido na audiência e ficou acordado que a defesa apresentaria um pedido de liberdade. A demanda será analisada pela PGR (Procuradoria-Geral da República) e, depois, pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Alexandre de Moraes para decisão.

Ontem, Zé Trovão se entregou à Polícia Federal em Joinville, Santa Catarina, após quase dois meses foragido no exterior. Em um comunicado no canal do Telegram, o bolsonarista disse que se entregou "pelo Brasil".

O caminhoneiro foi alvo de ordem de prisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes, decretada no início de setembro, por participar da organização de atos com pautas antidemocráticas que ocorreram em 7 de setembro.

Apesar de se apresentar como um dos líderes dos caminhoneiros no Brasil, outras lideranças não o reconhecem como tal.

Política