PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
6 meses

Michelle ironiza vídeo de Bolsonaro dançando funk: 'Acompanhando de perto'

A primeira-dama Michelle Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília - Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo
A primeira-dama Michelle Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília Imagem: Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo

Hanrrikson de Andrade

Do UOL, em Brasília

23/12/2021 11h22

Em postagem no Instagram, a primeira-dama Michelle Bolsonaro ironizou o vídeo em que o marido, Jair Bolsonaro (PL), aparece dançando um funk com letra machista em uma lancha durante passeio pelo Guarujá —região da Baixada Santista (SP), onde o presidente curte dias de folga.

"Estou acompanhando os acontecimentos de perto", escreveu ela ao legendar o print de uma chamada de vídeo com Bolsonaro. A mensagem, publicada ontem (22), é acompanhada de ícones (emojis) que simbolizam risadas e menção a uma página bolsonarista.

Michelle - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Com semblante sério, Michelle conversa com o marido por chamada de vídeo
Imagem: Reprodução/Instagram

A repercussão do episódio em que Bolsonaro dança em uma lancha começou na última segunda-feira (20), quando o filho mais velho do governante, o senador Flávio Bolsonaro (PL), postou o vídeo em suas redes sociais.

Nas imagens, Bolsonaro está ao lado de dois homens e uma mulher com trajes de banho. Em clima de festa, o político ensaia uma dança tímida ao som do funk "Proibidão do Bolsonaro", de MC Reaça, que criou a música adaptando o beat de um outro funk: "Baile de Favela", de MC João.

A adaptação, que ainda fala em dar "ração na tigela" para feministas e ataca políticas de esquerda, não teve autorização do autor original, reportou a coluna do Chico Alves, do UOL Notícias, no início do mês.

A música esteve presente no evento de filiação de Bolsonaro ao PL, no fim de novembro, que marcou a retomada do "casamento" do presidente com o centrão. O autor da adaptação, o funkeiro gaúcho Tales Volpi, morreu em junho de 2019.

No Guarujá desde a última sexta-feira (17), Bolsonaro deve retornar a Brasília hoje (23) para passar o Natal com a família. Na segunda-feira (27), o presidente embarcará para o litoral de Santa Catarina, onde comemorará as festividades do Réveillon em São Francisco do Sul.

O destino sulista tornou-se habitual para Bolsonaro em seus momentos de lazer. Essa é a terceira vez que ele aproveitará dias de descanso no município, localizado a cerca de 190 km de Florianópolis.

Política