PUBLICIDADE
Topo

Política

FHC confirma que votará em Doria para presidente do Brasil

Do UOL, em São Paulo

25/01/2022 19h40

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) confirmou hoje que pretende votar em João Doria, também tucano e governador de São Paulo, nas eleições de 2022 para a presidência da República.

"Já tive a oportunidade de manifestar o meu apoio ao candidato governador João Doria à presidência e que foi respaldada pelo meu partido", disse hoje pelo Twitter.

Em março de 2021, FHC tinha falado que entre o também ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o atual chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (PL), ele prefere reeleger o petista.

"Se houver, espero que não haja, essa dicotomia ou [Fernando] Haddad ou Bolsonaro, ou alguém do PT, lógico, que seja razoável, ou Bolsonaro, votaria mais contra o Bolsonaro", afirmou ao UOL Entrevista.

No fim de semana, começou a correr a informação de bastidores de que Lula estaria tentando se aproximar de políticos do PSDB, rival histórico dele próprio e do PT.

A competição entre os partidos parece estar sendo colocada para trás, pelo menos durante as eleições de 2022. O petista não descartaria uma chapa na qual Geraldo Alckmin, ex-tucano e ainda sem partido, serviria como vice-presidente.

Intenção de voto

Uma pesquisa do Poderdata e divulgada pelo site Poder360 na semana passada mostrou que Lula segue na liderança das intenções de voto para esse ano. Na simulação do pleito, o petista ganharia de todos os candidatos em um eventual segundo turno.

Lula apareceu com 42% dos votos, seguido de Jair Bolsonaro (PL), com 28%. O ex-presidente, então, empataria tecnicamente, dentro da margem de erro, com a soma dos percentuais dos demais candidatos (45%).

Assim, no limite da margem de erro, Lula poderia vencer a eleição em 1º turno.

Sergio Moro (Podemos) foi o terceiro colocado na simulação da disputa, com 8% das intenções. Ciro Gomes (PDT) foi a opção de 3% dos entrevistados, enquanto João Doria (PSDB) ficou com 2% das intenções de voto.

Política