PUBLICIDADE
Topo

Política

André Ceciliano: PT vai com Freixo, mas acordo com PSB é fundamental

Colaboração para o UOL*

03/08/2022 19h27

Em entrevista ao UOL News na noite de hoje (3), o deputado estadual André Ceciliano (PT-RJ), presidente da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro), repercutiu o impasse entre o seu partido e o PSB no Rio de Janeiro.

Em nota à imprensa, o PT-RJ defendeu a retirada do apoio ao deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ), que aparece em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto para o governo do estado. O motivo da divergência é a disputa pelo Senado entre Ceciliano e o deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ).

Segundo o presidente da Alerj, existe um acordo entre as direções dos dois partidos, onde o PSB deve indicar governador e o PT um candidato ao Senado.

Apesar do impasse, Ceciliano afirmou ao UOL News que "o PT apoiará o Freixo" e que ele mesmo "vai de Freixo" nas eleições de outubro.

"A candidatura do Senado precisa reunir forcas, e muitas vezes a decisão para o Senado é a última do eleitor. Então, queremos perseguir esse acordo. Vou seguir o que o meu partido decidir", disse.

"O fundamental para nós no estado do Rio é a eleição de Lula, e eu falei mais de uma vez que se fosse para ampliar a aliança, eu estaria disposto a abrir mão da posição do Senado. Mas para ampliar a aliança", acrescentou.

O parlamentar também falou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já deixou claro que só terá um palanque no estado, e que não se pode "emprestar" tempo de televisão para expor outro candidato.

"Eu sou um homem do diálogo. Quero perseguir até sexta-feira ainda que a gente possa manter o acordo que foi firmado pela direção nacional do meu partido com o PSB."

*Com informações de Rafael Neves, do UOL

Política