Conteúdo publicado há 11 meses

'Não me incomodo em ser segunda voz', diz Tebet sobre Haddad

A ministra do Planejamento, Simone Tebet (MDB), diz não se incomodar com o protagonismo de Fernando Haddad.

O que aconteceu:

Tebet afirmou que o ministro Haddad é quem puxa a máquina econômica no governo Lula (PT). A declaração foi dada em entrevista ao jornal O Globo.

Ela diz que seu papel é "apresentar as nossas ideias, discordâncias, ponderar e avançar no caminho do equilíbrio na condução da política macroeconômica".

[A força de Haddad no governo] é bom para o país, para o governo, para a economia. Como em uma dupla sertaneja, não me incomodo em ser a segunda voz.
Simone Tebet

Tebet também falou sobre a indicação de Marcio Pochmann ao IBGE. "Não estou preocupada com isso, esse é o menor dos meus problemas, até porque minhas entregas nesses primeiros sete meses ainda não terminaram".

Ela diz que pressupor uma interferência de Pochmann no IBGE é não reconhecer a história do presidente Lula (PT). "Foram 13 anos de governo do PT e não houve qualquer tipo de denúncia nesse sentido".

Pochmann foi anunciado como novo presidente do IBGE sem o consentimento de Tebet. Ele é descrito como um economista ideológico alinhado ao PT, com histórico de defesa de aumento dos gastos públicos.

Deixe seu comentário

Só para assinantes