Conteúdo publicado há 10 meses

Nunes minimiza reação de bolsonaristas e diz querer apoio de ex-presidente

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), buscou hoje minimizar a reação de bolsonaristas depois de ter dito que não tem proximidade com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e garantiu que quer o apoio do político em sua campanha à reeleição no ano que vem.

O que aconteceu

Nunes disse que tem uma relação com Bolsonaro e que busca proximidade. "Evidentemente não tenho intimidade, proximidade, como tenho com o Tarcísio (de Freitas, governador de São Paulo, do Republicanos) que estou no dia a dia aqui", disse ele após participar do desfile do 7 de Setembro na capital.

O prefeito disse esperar que o ex-presidente declare seu apoio a ele nas eleições do ano que vem. Nunes deve ter como principal adversário o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) e aparece atrás dele nas intenções de voto, segundo pesquisa Datafolha.

Estou aguardando que ele (Bolsonaro) possa, no tempo dele e se assim desejar, anunciar apoio a mim, para que a gente possa ter a união do centro e da direita para vencer a extrema-esquerda.
Ricardo Nunes

Declaração irritou bolsonaristas

As falas de Nunes sobre o assunto ocorrem após a ira bolsonarista após uma declaração do prefeito na terça-feira (5). Após ser perguntado a respeito de sua relação com o ex-presidente por uma aluna da FAAP (Faculdade Armando Álvares Penteado), o emedebista disse "eu, do lado do Bolsonaro?". Ele também afirmou na ocasião que não tem proximidade com Bolsonaro nem com o presidente Lula (PT).

O advogado Fábio Wajngarten, cujo nome foi ventilado para vice de Nunes, fez uma postagem logo depois, numa indireta ao prefeito paulistano. "Ninguém, repito, ninguém se apropriará de votos bolsonaristas e deixará Bolsonaro distante. A era dos gafanhotos acabou", escreveu ele.

Nunes citou "futricas e intrigas" ao falar do assunto hoje. "Eu tenho uma relação com ele (Bolsonaro), não proximidade no dia a dia (…) Em todos os ambientes sempre vai ter alguém querendo alguém fazer futrica e intriga."

Deixe seu comentário

Só para assinantes