Conteúdo publicado há 1 mês

Felipe Neto: 'Nunca recebi um centavo do governo Lula'

O comunicador digital Felipe Neto, um dos principais apoiadores na campanha do presidente Lula, afirmou hoje que nunca recebeu dinheiro do governo petista.

Todo mundo fica usando o fato de eu ter sido chamado para compor o grupo de trabalho do ministro Silvio Almeida por exemplo, que foi chefiado pela Manuela D'Ávila, como se eu tivesse recebido dinheiro. Eles propagam isso. Eu não recebi um centavo, pelo amor de deus. Eu nunca recebi um centavo do governo Lula. Não tem nada a ver.

Eu não tenho absolutamente nenhuma relação com o governo Lula. Não tenho nenhum cargo, não sou consultado para determinadas situações. Felipe Neto, ao UOL Entrevista

'Zanin no STF foi um dos maiores erros de Lula'

Felipe Neto afirmou que Lula tem "dedo podre" para escolher parceiros. Ele apontou como exemplo a indicação do Cristiano Zanin à vaga de ministro no STF, que classificou como um ultraconservador alinhado às posições do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Eu diria que Lula tem um grande problema, grandessíssimo problema. Dentro do 'mundo romântico' seria um 'dedo podre' para indicar pessoas. É impressionante a dificuldade do Lula, tipo o ministro Zanin. Para mim, um dos maiores erros do Lula até agora. Colocou um ultraconservador no Supremo Tribunal Federal. Felipe Neto, ao UOL Entrevista

Sem polarização, talvez Lula não fosse uma escolha. Apesar de apoiar o governo, Felipe Neto afirmou que, se o ambiente político brasileiro não estivesse tão dividido, talvez votasse em outro candidato.

Eu tenho as minhas críticas ao governo Lula. Acredito que os acertos superam os erros, mas se nós não tivéssemos um cenário polarizado, talvez eu não votasse no Lula. Mas dentro desse cenário, seja lá quem eles devam colocar (Tarcísio de Freitas, Michelle Bolsonaro), eu faço o que for preciso para evitar que essa escória volte ao poder. Felipe Neto, ao UOL Entrevista

'Comunicação do governo precisa ser mais jovem'

Questionado sobre a comunicação do governo Lula, Felipe Neto respondeu dizendo que ela não é boa, nem sucinta e interessante para jovens.

Continua após a publicidade

Tem muitos influenciadores progressistas, que conseguem muitas visualizações, mas que eu nunca vi o governo tentar uma comunicação, uma aproximação, tentar entender como. Me incomoda a ausência digital do governo em uma comunicação um pouco mais jovem. Então, eu acho que precisa dar uma sacudida dentro da Secom ou onde quer que seja

Então, uma resposta resumida: a comunicação do governo não é boa. Tem muito o que melhorar, principalmente na comunicação para jovens, sucinta e de forma interessante, o que hoje não acontece. Eu só acho que precisa ser mais jovem. Felipe Neto, ao UOL Entrevista

Deixe seu comentário

Só para assinantes