Conteúdo publicado há 1 mês

Ato no Rio: Michelle volta a defender mulher ajudando marido na política

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro voltou a defender a presença da mulher na política, na manhã de hoje, em ato a favor de seu marido, Jair Bolsonaro (PL), em Copacabana, zona sul do Rio.

O que aconteceu

Michelle foi uma das primeiras a discursar. Ela defendeu a presença de mulheres na política, e criticou feministas, afirmando que a busca é por um país menos desigual, mas sem apresentar como isso aconteceria.

Mulheres sábias até edificam uma nação e é essa mensagem que nós queremos passar para vocês, mulheres femininas, mulheres fazendo uma política feminina e não feminista. Estamos aqui para fazer uma política colaborativa junto mulheres ajudando seus esposos junto na construção de um país melhor, mais igualitário. Michelle Bolsonaro, em discurso realizado em trio elétrico

A expectativa da organização, inicialmente, é que ao menos três governadores, nove senadores e 60 deputados federais estivessem presentes na manifestação. Os governadores esperados são Cláudio Castro (PL-RJ), Jorginho Mello (PL-SC) e Tarcísio de Freitas (Republicanos-SP), todos aliados do ex-presidente.

Uma vaquinha foi organizada para financiar os gastos com o ato. Articulada pelo deputado federal Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), a iniciativa levantou R$ 125 mil. Ao todo, 25 parlamentares doaram R$ 5 mil, cada um, para custear o aluguel dos trios elétricos e outras despesas.

Deixe seu comentário

Só para assinantes