Conteúdo publicado há 1 mês

Dirceu volta atrás e diz agora que governo Lula é de centro-esquerda

O ex-ministro José Dirceu, presidente nacional do PT entre 1995 e 2002, voltou atrás e disse que o governo Lula (PT) é de centro-esquerda, e não de centro-direita, como afirmou mais cedo.

O que aconteceu

Assessoria esclarece fala de Dirceu após repercussão negativa. Em nota, a equipe do petista afirmou que a declaração feita durante o Seminário Brasil Hoje, nesta segunda-feira (22), se deu no contexto de análise da atual polarização política.

O governo de Lula é um governo de centro-esquerda, apoiado por partidos de direita. Trecho de nota divulgada por Dirceu - leia a íntegra abaixo

Sua fala se deu no contexto de análise da atual polarização política, reforçando a ideia de que o governo se pauta pelo diálogo, com o ingresso de partidos como PP e Republicanos - 'uma exigência do momento histórico em que vivemos. Nota da assessoria de José Dirceu

Mais cedo, Dirceu havia classificado o terceiro mandato de Lula como um governo de centro-direita. Para ele, isso teria ocorrido por uma "exigência do momento histórico e político que vivemos". Ele justificou a presença de partidos de direita (Republicanos, Progressistas e parte do PL) na base governo para esta classificação.

Lula montou um governo de centro-direita. Falo isso, e ficam indignados no PT. Mas é exigência do momento histórico e político que vivemos. Acredito que Lula não optou pela polarização ideológica. O Brasil está assim por causa de discursos como o que foi feito ontem no Rio de Janeiro, mesclando fundamentalismo religioso com ataque à democracia e chamando apoio da direita internacional e americana.

Apoiadores ficaram incomodados. Nas redes sociais, a fala de Dirceu gerou repercussão entre petistas, que não esconderam o descontentamento com a declaração, e também entre bolsonaristas.

Seminário reuniu lideranças políticas e econômicas na Zona Sul de São Paulo. Batizado de "Brasil Hoje 2024", o evento foi organizado pela Esfera Brasil, entidade que se diz independente, apartidária e criada para fomentar o debate sobre o país. A programação de debates se estende até o fim da tarde de hoje.

Debate com Dirceu teve como tema "Unindo ideias, moldando futuros". Além de Dirceu e Rebelo, o encontro também teve a participação de Juliano Medeiros, presidente nacional do PSOL, e do deputado federal Felipe Carreras (PSB).

Continua após a publicidade

Leia o comunicado na íntegra

A assessoria de imprensa do ex-ministro José Dirceu (PT) esclarece que ele avalia o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva como 'um governo de centro-esquerda, apoiado por partidos de direita', e não um governo de centro-direita, como acabou afirmando durante o Seminário Brasil Hoje, promovido pela Esfera Brasil.

Sua fala se deu no contexto de análise da atual polarização política, reforçando a ideia de que o governo se pauta pelo diálogo, com o ingresso de partidos como PP e Republicanos - "uma exigência do momento histórico em que vivemos".

A ideia de um governo de centro-esquerda, apoiado por forças de direita para consolidar uma maioria no Congresso e conquistar uma base social mais ampla, já foi externada inclusive em entrevistas do ex-ministro à imprensa.

Deixe seu comentário

Só para assinantes