Australiano é condenado por 'cirurgia amadora' de remoção de testículo

  • Getty Images

Um australiano se declarou culpado por ter removido, por meio de uma "cirurgia amadora", o testículo esquerdo de outro homem, que dizia não ter dinheiro para pagar pelo procedimento.

Allan George Matthews, de 56 anos, admitiu ter "retirado tecidos" do homem, mesmo sem ter "permissão ou autoridade" para isso, em um motel de Port Macquire, cidade próxima a Sydney, no sudeste da Austrália.

A polícia disse que a vítima, de 52 anos. havia publicado um anúncio na internet em que "pedia auxilio em uma questão médica". Ele vinha sofrendo há anos com dores no testículo, causadas por um coice de um cavalo na virilha.

A polícia tomou conhecimento do caso em junho, quando o homem foi ao hospital tratar o corte da "cirurgia", que infeccionou.

Uma busca foi feita na casa de Matthews, onde foram achados equipamentos médicos, armas e quatro garrafas do que se suspeita ser nitrato de amila, substância que interfere no fluxo sanguíneo.

Os promotores afirmaram que Matthews não estava autorizado a realizar um procedimento assim, já que não têm treinamento ou registro como médico.

O acusado também admitiu ser culpado pelas acusações de possuir arma ilegalmente e de possuir e prescrever uma substância restrita.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos