Está difícil ser feliz? Tente respirar melhor

Camila Neumam

Do UOL, em São Paulo

"Respire fundo!" Não é à toa que isso é dito quando precisamos enfrentar situações difíceis. Uma respiração prolongada, na qual enchemos os pulmões de ar, naturalmente relaxa o corpo e deixa a mente mais focada no momento -- o que ajuda a resolver problemas.

Mas não é só isso: pesquisas recentes apontam que técnicas de respiração podem ajudar a combater doenças como a depressão, a ansiedade e o estresse pós-traumático. Nos Estados Unidos, a ONG Art of Living, que no Brasil é conhecida como Arte de Viver, ensinou algumas dessas técnicas de respiração para ex-combatentes de guerra para curar traumas.

A norte-americana Pamela Brockman, 63, professora sênior de ioga na Art of Living, veio ao Brasil ensinar algumas dessas técnicas. Brockman pratica ioga desde os anos 70 e afirma que a respiração pode ser uma fonte de felicidade.

 

Leia a entrevista que ela concedeu ao UOL:

UOL- Respirar melhor ajuda a combater doenças?

Brockman - Ajuda muito para quem tem depressão. É muito interessante se você observar o cérebro em um exame de PET scan [tipo de tomografia]. Por ele você vê as atividades elétricas do cérebro. Em quem tem depressão essa atividade é muito menor do que o normal. As pranayamas [técnicas de respiração] que nós ensinamos na ioga ajudam enfrentar esse desequilíbrio, pois oxigenam mais o cérebro. Alia-se isso as àsanas [posturas], que ajudam a irrigar o cérebro com mais sangue. Este conjunto traz muitos benefícios à saúde e pode ser usado de forma preventiva.

UOL- A respiração pode ser eficaz para quem já tem depressão?

Brockman - Sim, porque a energia fica em um nível muito mais baixo quando se tem depressão, ficamos sem vontade de fazer nada. Com as posturas e a respiração, o corpo fica mais ativo e ajuda a minimizar os sintomas da depressão. Pesquisas já demonstraram que a respiração reduz os sintomas da depressão depois de três a quatro semanas, independentemente do grau da doença, sem os efeitos colaterais dos medicamentos. As técnicas de respiração não têm efeitos negativos, só positivos.

UOL- Qualquer pessoa pode fazer as respirações?

Brockman - A grande maioria das pessoas pode fazer. Só não é indicado para quem tem a pressão alta que não é controlada por remédios. No restante, a respiração até ajuda a diminuir a pressão arterial e a diminuir o cortisol, o hormônio do estresse, e aumenta a secreção de prolactina, o mesmo hormônio que conecta mãe e filho. A respiração aumenta o estado positivo da mente.

UOL - A respiração pode ser útil em tempos de crise?

Brockman - Podemos definir o estresse pelo muito a fazer e o pouco tempo para isso. Há muita preocupação, medo e sofrimento no mundo. Praticar ioga junto com as respirações e a meditação deixa a mente mais calma. A ioga nos dá mais energia e ajuda a liberar os traumas do corpo e da mente e isso nos deixa mais criativos também para resolver os problemas do mundo. As soluções estão aqui e somos capazes de encontrá-las. Só precisamos das ferramentas que nos ajudam a fazer isso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos