PUBLICIDADE
Topo

Caso de coronavírus em Londres liga alerta sobre transmissão pelo metrô

Passageiros em metrô de Londres - Neil Hall/Reuters
Passageiros em metrô de Londres Imagem: Neil Hall/Reuters

Do UOL, em São Paulo

13/02/2020 08h03

A confirmação de um caso de coronavírus em Londres ligou o alerta das especialistas em saúde em relação à transmissão do vírus por meio do metrô da capital britânica.

Uma reportagem no site da emissora Sky News ressalta que existe a "preocupação de que as extensas ligações de transporte da cidade possam agravar a propagação do vírus". Porém, até o momento, as autoridades ressaltam que o risco de infecção permanece baixo.

Em entrevista à emissora, o médico Dr Robin Thompson, da Universidade de Oxford, ressaltou que em áreas densamente povoadas o risco de transmissão contínua de pessoa para pessoa é maior.

"Isso é exacerbado pelo fato de Londres ser um centro de transporte, e o metrô poderia fornecer uma rede para espalhar o vírus rapidamente", disse.

A identidade da pessoa com coronavírus em Londres não foi revelada, mas jornais indicam que se trata de uma mulher que voou da China para Londres. Não há informações se a paciente andou de metrô no período entre a chegada a Londres e o início do tratamento em isolamento.

Até o momento, nove pessoas estão sendo tratadas para o novo coronavírus no Reino Unido. Nesta madrugada, a China anunciou um salto no número de mortes no epicentro da doença, na província de Hubei. Foram 242 no último dia, elevando para mais de 1350 o total no país.

UOL Explica - O que é o coronavírus?

Saúde