PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Governadores do NE consultam China e pedem material para tratar covid-19

22.jul.2019 - Rui Costa, governador da Bahia - Divulgação/Governo da Bahia
22.jul.2019 - Rui Costa, governador da Bahia Imagem: Divulgação/Governo da Bahia

Carlos Madeiro

Colaboração para o UOL, em Maceió

20/03/2020 21h59

Os governadores do Nordeste decidiram, após um encontro virtual, fazer uma consulta ao governo da China para saber a possibilidade de ajuda do país diretamente aos estados da região no enfrentamento à pandemia de coronavírus.

A carta, assinada pelo presidente do Consórcio Nordeste, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), faz o questionamento diretamente ao embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming.

No documento, ele consulta o governo da República Popular da China, "que acaba de viver um problema semelhante, do qual saiu vitorioso", sobre a "possibilidade de seu apoio e sua colaboração por meio do envio de materiais médicos, de insumos e de equipamentos que possam ajudar a combater o flagelo que estamos enfrentando."

A consulta ainda afirma que, em especial, "temos necessidade de leitos de UTI e de respiradores, pois as projeções de enfermos indicam que haverá déficit deste equipamento em momento de pico da epidemia."

O embaixador chinês é o mesmo que, esta semana, trocou farpas com o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), após o parlamentar acusar a China de omitir informações sobre a epidemia do país.

Por fim, a carta assinada elogia a ação chinesa durante a pandemia de covid-19. "Reafirmamos a admiração pela forma como o povo chinês enfrentou a epidemia e pela imensa amizade que une nossos povos."

Coronavírus