PUBLICIDADE
Topo

Governos de Alagoas e Paraíba anunciam primeiras mortes por coronavírus

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

31/03/2020 15h54

Os governos de Alagoas e da Paraíba anunciaram hoje as primeiras mortes de pacientes infectados pelo novo coronavírus. Em Alagoas, a vítima era do Acre e foi infectada por contaminação comunitária (quando não se sabe de quem contraiu o vírus) e morava em Maceió havia seis meses. Na Paraíba, o paciente morava no município de Patos, no sertão, e estava internado em João Pessoa. Agora, apenas o estado de Sergipe não ainda registrou óbito por covid-19.

A primeira morte provocada por covid-19 em Alagoas foi anunciada pelo governador Renan Filho (MDB), em uma publicação no Twitter. Ele afirmou ainda que a vítima, um homem de 63 anos, não viajou para estados que estão com índice maior de infecção, como São Paulo, ou outros países, como a Itália.

O paciente estava internado, com respiração artificial (intubado) na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Trapiche da Barra, em Maceió. Não foi divulgado quanto tempo o homem ficou internado e nem o local do enterro.

O governo de Alagoas informou ontem que o Hospital da Mulher, localizado no bairro do Poço, será referência para atendimentos de pacientes com suspeita de covid-19. A diretora médica do Hospital da Mulher, Sarah Dominique Araújo, afirmou que o hospital estará com dez leitos de UTI específicos para mulheres, gestantes e parturientes que estiverem com a suspeita de coronavirus ou casos confirmados.

Os pacientes masculinos serão levados para o hospital Sanatório, localizado no Farol. O governador de Alagoas informou que vai antecipar a entrega do hospital Metropolitano para o dia 15 de maio para auxiliar o combate ao novo vírus.

"Em período de crise, de emergência, a gente precisa antecipar o cronograma das entregas. O hospital metropolitano será entregue no dia 15 de maio, com 100 leitos clínicos e 30 leitos para ajudar Alagoas a combater a pandemia do coronavirus", disse Renan Filho.

Além disso, dois hospitais de campanha serão instalados no Centro de Convenções Ruth Cardoso, em Jaraguá, e no Ginásio do Sesi. A instalação começa na próxima semana. A unidade do Centro de Convenções terá 150 leitos. "Lá serão levados pacientes com quadro viral intermediário", explicou o governador.

O hospital do Ginásio do Sesi terá 30 leitos para evitar que pessoas com quadros gripais sejam levadas para o HGE (Hospital Geral do Estado), localizado no Trapiche da Barra.

Ontem, o governo de Alagoas estendia o decreto que determina a quarentena dos moradores do estado, que vencia hoje, para o dia 6 de abril, como uma das medidas adotadas para diminuir os riscos de contágio da covid-19.

No fim de semana ocorreram mortes na Bahia (com o segundo óbito anunciado hoje), Piauí, Maranhão e Rio Grande do Norte. Na semana passada, casos letais de covid-19 foram registrados em Pernambuco e Ceará.

Coronavírus