PUBLICIDADE
Topo

Bahia tem segunda morte por covid-19 e Salvador prorroga isolamento social

Salvador fica vazia durante a pandemia de coronavírus - TIAGO CALDAS/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Salvador fica vazia durante a pandemia de coronavírus Imagem: TIAGO CALDAS/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Aurelio Nunes

Colaboração para o UOL, em Salvador

31/03/2020 12h26

O prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM), anunciou hoje a prorrogação por 15 mais dias do decreto municipal que impôs isolamento social na cidade e fechou instituições de ensino públicas e privadas, academias de ginástica e cinemas. O decreto perderia a validade amanhã.

O anúncio da medida coincide com a divulgação da segunda morte provocado pela covid-19 na Bahia: um paciente de 64 anos hipertenso e diabético. No domingo, foi registrada a morte de um paciente de 74 anos. Ambos estavam internados em hospitais privados de Salvador.

Mais do que nunca, precisamos ter a compreensão de cada pessoa, de cada cidadão, que o momento é de ficar em casa. Não vamos aceitar nenhuma medida, por ora, que traga qualquer flexibilização das regras já determinadas pela prefeitura.

ACM Neto

Em edição extra do Diário Oficial, Neto sancionou ainda o auxílio financeiro do programa Salvador por Todos, que irá destinar R$ 270 a trabalhadores autônomos da capital pelo período de três meses. O projeto, aprovado na véspera pela Câmara de Vereadores, prevê a concessão do benefício para baianas de acarajé, ambulantes, feirantes, camelôs, barraqueiros, baleiros, taxistas, motoristas de aplicativos e mototaxistas com idade superior a 60 anos, além de guardadores de carro, recicladores e titulares do benefício moradia que não recebam bolsa família.

Nesta semana, a gestão municipal de Salvador deve prorrogar ainda a suspensão das atividades de shoppings centers, comércio de rua e a proibição de circulação nas praias, que expira no próximo sábado (4).

Segundo balanço divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) na noite de ontem, o estado registrou 176 casos de pacientes confirmados com o novo coronavírus, 18 dos quais encontram-se internados, sendo 8 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). 1.393 casos suspeitos foram descartados e 17 pacientes que contraíram a doença estão curados.

As aulas das redes pública e privada de ensino estaduais também estão suspensas por decreto do governador Rui Costa (PT) desde o último dia 17 de março por um período de 30 dias.

O governo também suspendeu a partida ou chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público, privado, rodoviário e hidroviário em 34 cidades baianas. A restrição, que antes se limitava a 29 municípios, foi ampliada hoje com a inclusão de Itagibá e Itororó, no sudoeste baiano; Itamaraju, no extremo sul; e Pojuca e Dias D'àvila, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Coronavírus